ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, TERÇA  22    CAMPO GRANDE 17º

Direto das Ruas

Clientes se aglomeram em filas porque atendimento online "não funciona"

Unidade de Atendimento da Energisa Prático do Bairro Aero Rancho ficou lotada nesta manhã

Por Guilherme Correia | 11/08/2020 13:25
Fila no Prático do Aero Rancho ficou grande devido ao número de pessoas (Foto: Direto das Ruas)
Fila no Prático do Aero Rancho ficou grande devido ao número de pessoas (Foto: Direto das Ruas)

Diversos relatos enviados nesta manhã (11) ao Campo Grande News dão conta da dificuldade dos consumidores na hora de resolver pendências on-line com a concessionária Energisa. Segundo eles, o reflexo pode ser visto nas unidades de atendimento presencial, como aconteceu nesta manhã no Prático da Avenida Marechal Deodoro, no Bairro Aero Rancho

Proprietária de um salão de beleza, Eliane Campos, de 43 anos, chegou ao Prático do Aero Rancho, por volta das 9h de hoje (11), para pedir o parcelamento de dívida que contraiu com a conta de energia durante a pandemia.

"Meu salão está fechado há dois meses por causa da pandemia, e tá com duas contas sem pagar. Mas cheguei lá e desisti, tinha mais de 60 pessoas na fila e o atendimento muito demorado, porque só tinham três atendentes".

Mãe teve de levar o filho para a fila (Foto: Direto das Ruas)
Mãe teve de levar o filho para a fila (Foto: Direto das Ruas)

Desde o começo tentando religar energia da própria casa, a odontóloga Erly Ribeiro conta que tentou atendimento on-line, mas não conseguiu resolver. "Não funciona e a unidade do centro está fechada. Poderia atender mais pessoas".

A atendente Cássia Ribeiro Silva, de 32  anos, também relata que está há mais de duas horas esperando na fila. "Tem gente que chegou antes de mim, estamos duas horas em pé debaixo do sol. Não temos nem como fazer distanciamento. Tem idoso, mãe com filho, tem de tudo".

No Prático do Bairro Coronel Antonino, leitor que preferiu não se identificar diz que a grande fila foi ocasionada por não conseguirem resolver os problemas por telefone e site. "Energisa não dá conta de resolver nenhum problema".

Outro lado - Procurada, a Energisa informou via assessoria de imprensa que "os clientes podem parcelar seus débitos com entrada facilitada" nos canais de atendimento remoto, mas em casos de reparcelamento, como é o caso da Eliane, é preciso comparecer presencialmente para negociar.

“Temos feito todo o possível para que os clientes mantenham a vida financeira equilibrada e não deixem as contas acumularem. Além de ser uma excelente oportunidade, a negociação exclui o nome do devedor da lista dos órgãos de proteção ao crédito”, também informou a empresa.

Para negociar os débitos com a Energisa, basta entrar em contato com a distribuidora pelo WhatsApp da Gisa 99980-0698, website energisa.com.br, aplicativo Energisa ON ou pelo Call Center 0800 722 7272. Pelo WhatsApp, é só escrever “Parcelamento” e a negociação será iniciada.

Por fim, a concessionária informou que "desde o dia 1º de agosto, realiza os reavisos a todos os clientes inadimplentes (passíveis de corte) para que negociem suas contas evitando a suspensão do fornecimento".

Fila com diversas pessoas no Prático do Bairro Coronel Antonino (Foto: Direto das Ruas)
Fila com diversas pessoas no Prático do Bairro Coronel Antonino (Foto: Direto das Ruas)

Direto das Ruas - A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563. Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.