ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, QUINTA  02    CAMPO GRANDE 29º

Direto das Ruas

De bicicleta a panelas, ladrões furtam de tudo em rua no Jardim Aeroporto

Há pelo menos dois meses, casas na Rua Bequimão tem sido alvos frequentes de assaltantes

Por Adriano Fernandes | 20/09/2021 21:48
Suposto ladrão tentando vender os objetos furtados em empresa de coleta de materiais recicláveis. (Foto: Direto das Ruas)
Suposto ladrão tentando vender os objetos furtados em empresa de coleta de materiais recicláveis. (Foto: Direto das Ruas)

Um série de furtos a residências na Rua Bequimão, no Jardim Aeroporto, em Campo Grande tem gerado dor de cabeça e muito prejuízo para os moradores da região. De botijão de gás a panela de pressão, os criminosos já levaram de tudo e a suspeita de uma das vítimas é de que pelo menos um dos envolvido mora na vizinhança.

A merendeira Neurilda Tavares Moreira, de 43 anos, conta que a "onda" de crimes começou a cerca de um mês, quando alguns de seus itens de cozinha começaram a sumir. "Foram levando picado, num dia foi o meu botijão, no outro minhas panelas, panela de pressão e outros objetos de casa. Acredito que seja a mesma pessoa", comenta.

O assalto mais recente ocorreu nesta segunda-feira (20). "Quando cheguei do trabalho, encontrei minha casa toda revirada, armário, levaram o resto das minhas panelas, uma bicicleta e até um bule", lamenta. A moradora conta que o suspeito entrou no imóvel pelas janelas. Após um dos furtos, ela até conseguiu recuperar algumas de suas panelas.

"Eu suspeitei de um rapaz que anda com carrinho de reciclagem pelas ruas e fui até um local que compra esse tipo de material no bairro. Lá, reconheci as minhas panelas e o dono do estabelecimento me devolveu. Quando o suspeito retornou no local com outras das minhas panelas, o dono 'tocou' ele de lá", conta. Câmeras de segurança flagraram o suposto ladrão tentando vender os objetos furtados.

Depois de olhar as imagens, a merendeira diz ter reconhecido o suspeito, enquanto ele andava pelo bairro. "Liguei para a polícia, mas me disseram que como ele não estava em flagrante, não dava para vir aqui no local". Várias outras residências e estabelecimentos da rua também teriam sido assaltados nos últimos meses, conforme a moradora.

A situação gera revolta. "Daqui uns dias, vou chegar do trabalho e nem minha casa vai estar aqui. Fica um sentimento de violação, de impotência, porque é só eu sair de casa para trabalhar, que esse ladrão aparece. Como eu vou conseguir sair de casa sossegada?", desabafa. Amanhã, Neurilda vai ir até à 7ª DP (Delegacia de Polícia), no Jardim Panamá, registrar mais um boletim de ocorrência por furto, o terceiro em menos de dois meses.

Direto das Ruas - A denúncia chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário