ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, TERÇA  16    CAMPO GRANDE 24º

Direto das Ruas

Dia é movimentado nas UPAs da Capital e tempo de espera ultrapassa 4h

Imagens mostram dezenas de pacientes aguardando atendimento na UPA Leblon e Universitário

Idaicy Solano | 21/05/2023 17:54

Pacientes registraram tarde de grande movimento nas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) da Capital neste domingo (21). A espera por atendimento na UPA Universitário e na UPA Leblon chegou a ultrapassar as quatro horas previstas no protocolo de saúde da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).

Imagens registradas pelo autônomo José Nicolas Borges de Almeida, 26 anos, mostram dezenas de pessoas aguardando por atendimento na UPA Universitário, localizada no Bairro Universitário. Ele foi até a unidade acompanhar o esposo, e aguardavam no local desde Às 12h. “Conversando com outras pessoas, tem gente que está aqui desde 9h30”, expõe.

A auxiliar de limpeza Adrielly de Souza Vidal, 26 anos, aguardava atendimento desde 10h. Ela chegou an unidade sentindo muita dor nos rins e pressão na cabeça. “Só mediram a pressão e mais nada. Toda vez que pergunta eles falam que os médicos vão chegar, mas nunca chegam”.

O marceneiro Marcos Fábio da cruz Alencar, 41 anos, aguardava desde Às 11h da manhã por atendimento para a filha de 16 anos, que está com náuseas e dor de cabeça. “Está mal aqui e até agora não foi atendida", reclamou.

A atendente Inês dos Santos, 25 anos, aguarda por atendimento desde às 15h. A jovem procurou a unidade com pressão alta. Ela observa que alguns pacientes foram embora sem atendimento. "Tem pessoas aqui desde às 12h. Uma pouca vergonha isso", expressa.

Imagens encaminhadas por uma cuidadora de idosos, de 23 anos, por meio do Direto das Ruas mostra a UPA Leblon, localizada no Bairro Jardim Leblon, mostram a unidade de saúde lotada. Conforme apurado pela reportagem, a cuidadora chegou no local com quadro de crises de ansiedade e dores fortes no peito, e já aguarda por atendimento há mais de quatro horas.

A jovem relata que pediu informações para a assistente social da unidade,  sobre a disponibilidade de médicos, mas o profissional disse que "não podia fazer nada". A cuidadora  "Tem mais [gente] lá fora também. As pessoas passando mal", reclama.

Tempo de espera - Conforme já havia sido esclarecido pela Sesau anteriormente, o tempo protocolar de espera é de 4 horas, e o atendimento em unidades de urgência e emergência é definido pela condição de risco dos pacientes, sendo prioridade os casos de maior gravidade.

A reportagem entrou em contato com a Secretaria que informou que todas estas unidades estão com quadro clínico completo e os pacientes estão sendo atendidos dentro do tempo protocolar, de até quatro horas de espera, em casos de menor gravidade. "A demanda está alta, no entanto, todos os pacientes estão sendo atendidos", esclarece.

Direto das Ruas - O vídeo chegou pelo Direto das Ruas, o canal de interação dos leitores com o Campo Grande News. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias