ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 21º

Direto das Ruas

Dificuldade para comunicar aparecimento de escorpiões é reclamação na Capital

Prefeitura orienta que a população ligue para o CCZ, mas relatos são de que os telefones não atendem

Por Aletheya Alves | 17/01/2022 17:01
Escorpiões colocados em garrafa após serem encontrados no Parque do Sol. (Foto: Direto das Ruas)
Escorpiões colocados em garrafa após serem encontrados no Parque do Sol. (Foto: Direto das Ruas)

Conhecido como temporada de escorpiões, o período entre dezembro e março gera preocupações todos os anos. Por isso, depois do susto, a dificuldade em comunicar o aparecimento dos animais peçonhentos ao CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) é reclamação na Capital.

Ao orientar sobre o tema, publicação nas redes sociais da prefeitura indica que os moradores entrem em contato pelos números (67) 3313-5000 ou 2020-1796 caso encontrem escorpiões. Leitor do Campo Grande News, que não quis se identificar, relatou que após descobrir infestação do animal em sua casa, não teve sucesso nas ligações.

Em postagem da prefeitura com as orientações, comentário de uma moradora da Capital reclama sobre o mesmo problema. De acordo com o relato, foi necessário dedetizar a casa para se acalmar.

Comentários em postagem da prefeitura no Instagram sobre escorpiões. (Foto: Direto das Ruas)
Comentários em postagem da prefeitura no Instagram sobre escorpiões. (Foto: Direto das Ruas)

À reportagem, a assessoria da prefeitura informou que os telefones estão funcionando e, por receberem chamadas para todos os serviços, podem ficar indisponíveis em determinados momentos por estarem ocupados. “Cabe esclarecer que estes números são da recepção e recebem chamadas para todos os serviços, tendo um volume de ligações muito grande”.

Cuidados e ações - Caso a pessoa seja atacada deve procurar uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) ou CRS (Centro Regional de Saúde) mais próxima. Em 2021, conforme dados do Ministério da Saúde, Campo Grande registrou 578 ataques de escorpião.

Para obter informações também é possível entrar em contato com o Civitox (Centro Integrado de Vigilância Toxicológica) pelo 0800 722 6001, 3386-8655 ou 150.

Sobre a prevenção e controle de escorpiões, a prefeitura orienta que um dos pontos principais é manter os espaços limpos. Quintais e jardins devem estar livres de entulhos, folhas secas e lixos.

Também é necessário se manter atento com buracos, espaços embaixo de pedras e troncos apodrecidos. Outras dicas são instalar telas em ralos do chão, pias e tanques; usar luvas e botas quando for manusear entulhos, materiais de construções e atividades de jardinagem.

Direto das Ruas - O relato chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.  

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias