ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 16º

Direto das Ruas

Festa e aglomeração seguem até durante toque de recolher

Aglomeração tomou conta de uma quadra que fica perto da Avenida Cafezais

Por Alana Portela | 29/03/2021 10:42



Em plena luz do dia, moradores se reúnem para beber, festejar e soltar pipa no bairro Canguru, em Campo Grande. Sem nenhum cuidado para evitar a propagação da covid-19, aglomeração tomou conta de uma quadra que fica próxima a avenida dos Cafezais.

Indignado com a situação, um leitor de 34 anos, que preferiu manter a identidade preservada porque vive na mesma região, registrou o flagrante e enviou ao Direto das Ruas.

Na gravação é possível ver várias pessoas em pé na calçada em frente as residências, sem máscara de proteção. Além disso, o som alto fora do horário também incomodou a vizinhança.

“A festa rolou o dia inteiro. Começou por volta das 10h e foi até às 21h. Incomodou muito, tinha gente correndo atrás de pipa na rua. Ninguém usava máscara, muitas bebidas e por alí também consomem drogas”, contou.

Segundo ele, o local é conhecido por festas frequentes. “Nunca respeitaram o toque de recolher. Ontem devia ter no mínimo 60 pessoas, ninguém se importa com a pandemia. O povo acha que é feriado e faz festa”, disse o leitor revoltado com a situação.

Nas imagens também é possível ver carros estacionados até no meio de um matagal que fica em frente a quadra onde a festa aconteceu. Durante a gravação é possível ver que as pessoas ficavam andando de um lado para outro enquanto outros veículos passavam pela rua.

No vídeo também é possível ver grupinhos de pessoas espalhados em frente a quadra, aglomeradas nos carros estacionados no meio do matagal e tinha gente até numa esquina que fica lado de uma quadra de esportes.

O leitor relatou ainda que denunciou a aglomeração, porém nenhuma viatura foi até o local. “Ninguém aparece, ficam procurando camburão disponível”.

“A polícia não chega na periferia onde tem que chegar. Deviam entrar nos bairros, não só tirar foto do centro vazios”, desabafou o morador.

Ver as pessoas não se importar com a pandemia assusta o leitor que teme pela família. “Tenho dois filhos e tenho parente no grupo de risco, fico com medo pois prezo pela saúde de todos”, concluiu.

Direto das Ruas – A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário