A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/09/2015 18:15

Greve da Solurb completa 1 semana e lixo volta a acumular no Centro

Alan Diógenes
Montanhas de lixo se formaram nas calçadas. (Foto: Direto das Ruas)Montanhas de lixo se formaram nas calçadas. (Foto: Direto das Ruas)
Mal cheiro já incomoda população que passa pelo Centro. (Foto: Direto das Ruas)Mal cheiro já incomoda população que passa pelo Centro. (Foto: Direto das Ruas)

A população está incomodada com a grande quantidade de lixo espalhada pelas principais ruas do Centro de Campo Grande. O forte odor preocupa até mesmo os comerciantes, que já não sabem mais onde armazenar os sacos, e temem a queda na clientela.

Esse é um dos reflexos da greve dos funcionários da Solurb, empresa responsável pela coleta de lixo, que nesta terça-feira (15) completou uma semana.

No último sábado (12), a prefeitura da Capital realizou uma força tarefa para amenizar a sujeira nas ruas da Capital. Atuaram na frente de trabalho cerca de 400 homens, 22 caminhões caçambas, sete pás carregadeiras, além de mais 50 catadores de recicláveis que se juntaram voluntariamente para ajudar na limpeza. Mas o trabalho não foi suficiente e as ruas voltam a ficar tomadas pelo lixo.

Os cerca de mil trabalhadores da Solurb, que não receberam os salários de agosto, estão em greve desde terça-feira (8) à noite. A Solurb alegou que não recebeu o pagamento nos últimos três meses e não tem condições de pagar os salários, porque tem R$ 23,8 milhões para receber do município. Já a prefeitura alega que foi repassado no mês passado R$ 56 milhões repassados à empresa.

A 30ª Promotoria de Justiça abriu inquérito civil público para investigar a legalidade da greve dos funcionários da Solurb tendo em vista o caráter essencial do serviço de limpeza urbana, o qual a empresa é concessionária. Também serão apuradas supostas irregularidades nos pagamentos devidos pelo município à companhia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions