ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  20    CAMPO GRANDE 20º

Direto das Ruas

Idoso é flagrado abusando de cachorro em plena tarde em rua do Rita Vieira

Homem foi filmado com o zíper da calça aberto e manchas de sangue na roupa, depois de ter largado o cão

Adriano Fernandes | 20/04/2021 22:07

Um idoso foi flagrado, aparentemente, abusando de um cachorro na Rua Martine de Moraes, no Bairro Rita Vieira, na tarde desta terça-feira (20), em Campo Grande. Vídeo mostra o homem com o zíper da calça aberto e manchas de sangue em sua camiseta, depois dele ser flagrado por uma testemunha. Autor do vídeo, o barbeiro Wenderson Valejo, de 24 anos, conta que havia acabado de sair do trabalho quando ouviu os gritos do animal enquanto passava pela rua.

“Eu vi aquele senhor meio agachado na vegetação e ouvi o cachorro chorando. Então eu voltei na rua e me escondi atrás do poste até o momento em que ele tirou o pênis para fora”, comenta. Diante da situação, Wenderson pegou o celular e começou a gravar. No vídeo, é possível ver quando o idoso se levanta ao lado de dois cachorros enquanto era encurralado pelo barbeiro. “Toma a vergonha na cara, rapaz”, repete Wenderson enquanto se aproxima do homem. “Olha ai sua braguilha aberta , olha aí”, grita o barbeiro. No flagrante, o idoso nega as acusações enquanto limpava as mãos com um papel, mas ao se aproximar o barbeiro nota que havia gotas de sangue na camiseta do homem.

“Senti muito nojo, fiquei revoltado na hora, porque se ele tem coragem de fazer isso com um animal indefeso, imagina se ele encontra uma criança na rua e coloca no carro?”, questiona Wenderson. O barbeiro conta que o homem deixou o local em um veículo Fox branco. A testemunha suspeita que o idoso estava de passagem pela rua quando viu o animal e decidiu parar. “Eu filmei a placa e tentei acionar a Polícia Militar, mas não pude esperar até ser atendido. Tive que deixar o local porque tinha um outro compromisso”, relata.

A reportagem compartilhou o vídeo com a PMA (Polícia Militar Ambiental), que vai encaminhar policiais no local do suposto abuso. O órgão também deve acionar a Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista), uma vez que a identificação do idoso depende de uma investigação mais apurada da Polícia Civil. Caso seja comprovado o crime de maus-tratos o idoso pode ser multado e,  se condenado, pegar de dois a cinco anos de prisão.

Maus-tratos - Nesta segunda-feira (19) outro caso de maus-tratos em Água Clara, ganhou repercussão nacional após ser denunciado pela ativista da causa animal, Luisa Mell. Em vídeo um adolescente, de 13 anos, aparece torturando um papagaio e enfiando o pênis na boca de um cachorro. As ações seriam ordens de líderes de chat virtual para pratica dos crimes. O garoto foi ouvido pela polícia e liberado logo em seguida, no entanto, a mãe do adolescente, de 46 anos, foi multada em R$ 9 mil pela PMA (Polícia Militar Ambiental), por manter o papagaio em cativeiro e pelos maus-tratos praticados pelo filho contra os animais.

Direto das Ruas – A informação chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias