A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

07/02/2015 13:45

Leitor registra festival de infrações de trânsito na Antônio Maria Coelho

Adriano Fernandes
O veiculo estava estacionado sobre faixa de pedestres, ao lado de rampa de acesso. Ao fundo, veículo convergindo à esquerda.(Foto:Direto das Ruas)O veiculo estava estacionado sobre faixa de pedestres, ao lado de rampa de acesso. Ao fundo, veículo convergindo à esquerda.(Foto:Direto das Ruas)
Veículo foi estacionado sobre piso tátil de calçada.(Foto: Direto das Ruas)Veículo foi estacionado sobre piso tátil de calçada.(Foto: Direto das Ruas)

Um leitor do Campo Grande News registrou três tipos diferentes de infrações de trânsito numa mesma rua, no Centro da Capital. Os flagrantes foram enviados via aplicativo WhatsApp, pelo canal Direto das Ruas.

O contabilista Cláudio José Maranho, de 44 anos, seguia pela Rua Antônio Maria Coelho, quando na esquina com a Arthur Jorge, notou que havia um Fiat Uno estacionado sobre faixa de pedestres e ao lado de rampa para cadeirantes, impedindo quase que completamente o acesso dos pedestres ao passeio público.

Ao mesmo tempo, um veículo  Hyundai HB20 fazia conversão irregular à esquerda no cruzamento. Mais adiante, próximo ao número 2.200 da Antônio Maria Coelho, outro veículo Uno foi estacionado sobre calçada e piso tátil, sinalização destinada à deficientes visuais. Os flagrantes geraram revolta no leitor, que desabafou.

“Cadê a fiscalização de trânsito em Campo Grande? O intuito da Policia Militar de Trânsito é apenas multar, se tivesse ostensividade, policiais nas ruas, fatos como este não ocorreriam. As pessoas pensariam duas vezes antes de fazer atos como estes no trânsito”.

Penalidades - De acordo com o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), estacionar diante de guia rebaixada configura infração média, com multa no valor R$ 85,12 e remoção do veiculo.

Estacionar em calçada, ou sobre faixa de pedestres, é infração grave, com multa de R$ 127,69, perda de 5 pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e remoção do veículo.

Conversão proibida também é infração grave. A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) disponibiliza para denúncias os telefones 3314-3422, 3314-3423 ou 118.

Direto das Ruas - Pelo canal de interação entre a redação e o leitor, podem ser enviados flagrantes, sugestões de matérias, notícias, fotos, áudios e vídeos. Seja um colaborador via WhatsApp pelo número (67) 9687-7598.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions