ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, QUINTA  04    CAMPO GRANDE 27º

Direto das Ruas

Leitora denuncia animais abandonados em revenda de gás

Cerca de 6 animais sofrem maus-tratos há quase um ano no bairro Cidade Morena, segundo leitora que fez a denúncia

Por Ana Oshiro | 27/01/2021 11:43


Vídeo enviado ao Campo Grande News mostra uma cadela ferida, com sangue pingando, no bairro Cidade Morena. O flagrante foi enviado por uma leitora, que prefere não se identificar, junto com denúncia de maus-tratos a uma revendedora de gás na rua Israelândia.

De acordo com a jovem, cerca de 6 animais vivem no local e estão subnutridos, com alimentação precária e falta de cuidados. "Eles quase não tem comida, a ponto de brigaram uns com os outros por conta do estresse que passam. Tem fêmeas e machos juntos, de tamanhos diferentes, quando elas entram no cio também acontecem brigas entre eles", conta a leitora.

Animal foi ferido na noite desta terça-feira (26) (Foto: Reprodução)
Animal foi ferido na noite desta terça-feira (26) (Foto: Reprodução)

Segundo ela, a cachorrinha do vídeo foi ferida na noite desta terça-feira (26), durante uma dessas brigas, que são frequentes há quase um ano, quando mais animais foram colocados no espaço para cuidar da revenda de gás. "A cachorrinha ficou apanhando por vários minutos de uma cadela maior, estava toda machucada e ensanguentada, não tinha como a gente tirar de lá, porque fica trancado, e o dono de lá não fica no lugar à noite", relata denúncia, que foi enviada pelo Direto das Ruas.

A reportagem tentou contato com a revendedora denunciada, mas os dois números disponíveis na internet constam como não existente no momento da ligação. Segundo a leitora, outras pessoas da região também já tentaram contato com o rapaz responsável pelos animais, mas sem sucesso.

A denúncia também foi feita oficialmente para a Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista), via e-mail, que é a maneira mais oficial, segundo a própria delegacia, para casos assim. E deve ser apurada o quanto antes, de acordo com o investigador Rubens

Segundo ele, por semana a delegacia recebe uma média de 70 denúncias, mas são apenas quatro investigadores, por isso alguns casos demoram mais para receber atendimento. "Pedimos pra população sempre denunciar por e-mail, porque assim recebemos um protocolo e conseguimos acompanhar melhor cada situação, são muitas denúncias, fora os flagrantes que também atendemos", contou o investigador.

Quem tiver alguma denúncia pode entrar em contato com a Decat pelo e-mail denuncias.decat@pc.ms.gov.br, e sempre que possível anexar fotos ou vídeos comprovando a situação.

Direto das Ruas – A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário