A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019

29/08/2019 17:48

Moradores protestam e pedem reforma de ponte na zona rural da Capital

Passagem para veículos pesados está vetada. Prefeitura abriu licitação para reforma desta e outras 11 pontes

Gabriel Neris
Trabalhadores e moradores ocupam ponte interditada para passagem de veículos pesados (Foto: Reprodução)Trabalhadores e moradores ocupam ponte interditada para passagem de veículos pesados (Foto: Reprodução)

Produtores rurais e moradores da zona rural de Campo Grande fizeram um protesto solicitando melhoria na ponte de madeira de estrada vicinal de acesso a BR-267, já próximo ao município de Nova Alvorada do Sul.

No início deste mês, o Campo Grande News publicou reportagem com as reclamações de moradores, dizendo que veículos de cargas e ônibus escolar não passam. Desta vez, quem vive em torno foi a estrada protestar e pedir por ajuda.

A moradora Clarice Tozzo diz que solicitaram recursos junto a Prefeitura da Capital mesmo que de maneira paliativa para esta e outras pontes. “Tem promessas de licitações, soubemos que são demoradas, mas precisamos de recursos paliativos”, diz.

“Estado emergencial. Não tem condições de passagem. Não estamos conseguindo fazer nosso transporte dos produtos, as transportadoras não querem mais entrar, com medo de perder suas cargas ou até mesmo suas vidas. O transporte escolar se recusou a passar pela responsabilidade [que tem] com as crianças”, reclama.

A direção da unidade educacional da região aponta que cerca de 80 crianças e adolescentes estão sendo prejudicados.

Ao Campo Grande News, o titular da Sisep (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos), Rudi Fioresi, afirmou que a medida paliativa a ser tomada será trocar as madeiras por onde passam os pneus garantindo a passagem de veículos pequenos e que até o fim do mês que vem deverá ter o nome da empresa responsável pela licitação desta e outras 11 pontes de madeira.

“Cinco empresas apresentaram proposta. Estamos acelerando isso para ver se daqui 30 dias tenha a empresa contratada. As pontes de madeira são dimensionadas para 15 toneladas”, diz.

Segundo o secretário, a intenção da prefeitura é, em breve, substituir as pontes de madeira por concreto “principalmente onde a agricultura está crescendo”.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions