A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Abril de 2019

09/12/2018 16:14

Ninho de arara aparece "bloqueado" e revolta moradora na Vila Sobrinho

A árvore que servia de abrigo para os pássaros recebeu uma cobertura de lona

Bruna Pasche
A árvore que servia de lar para as araras teve a entrada tapada pelo morador. (Foto: Paulo Francis)A árvore que servia de lar para as araras teve a entrada tapada pelo morador. (Foto: Paulo Francis)

Moradora do bairro Vila Sobrinho, de 32 anos, denunciou o vizinho por ter destruído um ninho de araras no quintal de sua casa, na rua Ricardo Franco. Segundo ela, o morador tapou, com o que parece ser uma lona, o topo da árvore. Antes disso, borrifou veneno no tronco.

Desde agosto deste ano, é proibido por lei o corte ou a derrubada de árvores com ninhos de araras em Campo Grande. De acordo com a denunciante, que preferiu não se identificar, as aves moravam na árvore e não incomodavam a ninguém. “Todo domingo no almoço a gente ficava admirando e tirando foto delas, lindas, não sei por que alguém faria isso. Elas são meio barulhentas, mas nada demais”, disse.

Os vizinhos observaram que na tarde deste sábado um homem estava subido na árvore borrifando um produto no local e em seguida tapou com uma lona e amarrou. “Eu estou com a sensação de que tem algum bichinho morto lá dentro porque tem muita ave rodeando e antes elas não vinham. Estou com muita dó porque era a casa delas e eu sei que isso é crime, temos uma lei municipal que proíbe”, concluiu.

Outro lado – Ao Campo Grande News o vizinho explicou que a ação de tampar o topo do tronco da palmeira, ninho das araras, é, na verdade, uma ação de proteção. Ele explica que toda a ação foi orientada pelo Instituto Arara Azul.

A cada 15 dias, afirma, técnicos do Instituto acompanham a situação no local. O motivo do veneno e da lona, comentou, é para evitar a proliferação de insetos que podem deteriorar o ninho. Isso porque, neste período, não há araras no local. Conforme explicou, o período de reprodução das araras é de maio a outubro.

 

Os animais antes do ninho ser tapado. (Foto: Direto das Ruas)Os animais antes do ninho ser tapado. (Foto: Direto das Ruas)

Lei Municipal – Está proibido o corte ou a derrubada de árvores com ninhos de araras em Campo Grande. A lei 6.075 aprovada pela Câmara Municipal e sancionada pelo prefeito Marquinhos Trad (PSD) foi publicada no Diário Oficial no dia 29 de agosto deste ano.

Conforme a publicação está vetada o corte, derrubada ou qualquer ação que possa provocar dano em árvores com ninho de arara-canindé e arara-vermelha, mesmo se a árvore estiver morta.

Havendo a necessidade de corte ou derrubada, a população deve acionar a prefeitura para obter autorização amparada por laudo técnico de órgão competente. A Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) será responsável pela fiscalização.

Direto das Ruas – A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

 

*matéria alterada às 8h47 do dia 10 de dezembro para acréscimo de informações.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions