A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

26/08/2018 17:02

Professora deixa hospital 6 dias depois de engolir objeto durante consulta

Ela acabou engolindo objeto de metal e se diz traumatizada com a situação, que aconteceu durante tratamento dentário

Kleber Clajus
Professora, Kamila teve rotina alterada por erro em procedimento odontológico (Foto: Arquivo pessoal)Professora, Kamila teve rotina alterada por erro em procedimento odontológico (Foto: Arquivo pessoal)

Kamila Linhares Garcia teve alta hospitalar, neste domingo (26), depois de ficar seis dias internada por engolir um objeto de metal durante procedimento odontológico na UBS (Unidade Básica de Saúde) Dona Neta, no Bairro Guanandi, em Campo Grande. Contudo, a professora de 24 anos relatou que o trauma e o constrangimento gerados pela situação permanecem.

"Estou feliz de ter saído, mas houve falta de assistência. O erro não está no SUS [Sistema Único de Saúde], mas na falta de atenção da profissional e de quem estava com ela. Estou traumatizada pelo constrangimento que passei", relatou Kamila, que entrou na unidade para um tratamento de canal, na terça-feira (21), e acabou internada com o objeto preso no intestino.

Familiares da professora alteraram a rotina para acompanhá-la no hospital e não se descarta ingresso de ação judicial contra a dentista que atendeu Kamila. Houve, inclusive, a indicação de cirurgia para a retirada do objeto de três centímetros, mas este foi expelido naturalmente. 

Neste domingo (26), a mãe da jovem, Giselhe do Nascimento, fez uma postagem no Facebook agradecendo a todas as pessoas que oraram pela melhora da filha.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública) chegou a admitir o incidente, acreditando que o objeto engolido seja uma lixa odontológica utilizada para separar os dentes durante o procedimento de canal.

Para Kamila, o atendimento na UBS foi "negligente" e exigiu a realização de tomografias, raio-x e, agora, um período adicional de observação mesmo em casa. "Não vou mais lá".

Direto das Ruas - O Campo Grande News recebeu a reclamação por meio do Direto das Ruas, canal de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99955-2040, pela ferramenta Fale Conosco ou por mensagem enviada via Facebook.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos devem ser feitos com o celular na posição horizontal.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions