ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 18º

Direto das Ruas

Renal crônica precisa de cirurgia para fazer hemodiálise

Garota de 14 anos necessita de implante de cateter na barriga para fazer o procedimento

Nyelder Rodrigues | 07/08/2021 15:51

Uma adolescente de apenas 14 anos, renal crônica e também com problemas na bexiga, padece enquanto aguarda decisão judicial para obrigar que a prefeitura de Dourados - cidade localizada a 233 km de Campo Grande - a atender indicação médica e realizar uma cirurgia para implante de cateter em sua barriga.

De acordo com a mãe da jovem, a dona de casa Patrícia Rosa Sant'Ana, de 32 anos, a menina, chamada Kezia Eduarda não consegue realizar os procedimentos padrões de hemodiálise por causa da fragilidade de suas veias.

"Elas estouram fácil e ela não consegue fazer a diálise normalmente. Então, é adotado um procedimento com cateter na barriga dela. Ela está com o rim bem fraco e chegou a hora de fazer a hemodiálise já, mas não está podendo fazer nada", frisa a mãe.

Patrícia conta ainda que apelou judicialmente, indo à Defensoria Pública para que fosse impetrado uma ação para obrigar a prefeitura a realizar o procedimento. "Porém conversei com a moça lá e só agora que está com o juiz e não sabe quando vai analisar. A minha filha está sempre passando mal, com ânsia de vômito, não pode esperar".

Em paralelo a isso, amigos de Patrícia comovidos com a situação de Kezia estão promovendo uma campanha para tentar arrecadar recursos e realizar na rede privada a cirurgia a qual a menina precisa passar. Além de doações por PIX, também é possível ajudar comprando números de rifas vendidas pela por Patrícia.

O número de telefone dela para quem quiser ajudá-la na campanha de doação comprando números da rifa é (67) 99807-6875. Já a doação direta pode ser feita pelo PIX 04322416128.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura de Dourados para pegar um posicionamento sobre a situação, mas até o fechamento do texto não obteve retorno. Assim que houve, o mesmo será acrescentado aqui.

Direto das Ruas - A denúncia chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563. Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias