ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  16    CAMPO GRANDE 19º

Direto das Ruas

Sem ar-condicionado, internados enfrentam "calorão" na Santa Casa

Não bastasse a necessidade de ficar no hospital para tratamento de saúde, ainda é preciso enfrentar o calor

Por Lucia Morel | 19/09/2021 16:25
Quarto de enfermaria da Santa Casa, mas onde há ar condicionado. (Foto: Divulgação Santa Casa)
Quarto de enfermaria da Santa Casa, mas onde há ar condicionado. (Foto: Divulgação Santa Casa)

Falta de aparelhos de ar-condicionado no 4º andar da Santa Casa de Campo Grande condenam os pacientes internados e seus acompanhantes a sofrimento em dobro. Não bastasse a necessidade de ficar no hospital para tratamento de saúde, ainda é preciso enfrentar o calor, que na Capital bateu 38,8°C hoje, às 15 horas.

Acompanhante da mãe, que está internada no local, mulher afirma que a situação é "desumana". A informação do hospital é de que no 4º andar, a responsabilidade por levar ventiladores é dos pacientes e que cada um deve providenciar o seu.

Ela reclama, principalmente, porque a mãe dela, de 78 anos, estava sendo acompanhada em leito do 1º andar do hospital, onde há ar-condicionado. "Transferiram ela para cá (4º andar) sem nem porquê e está esse inferno aqui, esse calor", lamentou.

Temendo maus-tratos ou mau atendimento à sua mãe, a mulher não quis ter o nome identificado, mas conta que num mesmo quarto, há três pacientes e um acompanhante para cada um, totalizando seis pessoas enfrentando as altas temperaturas num espaço pequeno.

A Santa Casa foi consultada sobre a estrutura, mas não respondeu até a publicação da matéria.

Direto das Ruas - A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563.

Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Para que sua imagem tenha mais qualidade, orientamos que fotos e vídeos sejam feitos com o celular na posição horizontal.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário