A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

09/02/2015 16:56

Terrenos abandonados incomodam e moradores decidem limpar por conta própria

Adriano Fernandes
O mato alto gera preocupação dos moradores na rua de grande movimento e com intenso fluxo de passagem de crianças. (Foto:Direto das Ruas)O mato alto gera preocupação dos moradores na rua de grande movimento e com intenso fluxo de passagem de crianças. (Foto:Direto das Ruas)
Com receio de queimadas causadas pelos próprios moradores, vizinho ao terreno efetua limpeza por conta própria. (Foto:Direto das Ruas)Com receio de queimadas causadas pelos próprios moradores, vizinho ao terreno efetua limpeza por conta própria. (Foto:Direto das Ruas)

O mato alto em terrenos baldios de bairros da Capital ainda geram incomodo e preocupam moradores, que cansados de esperar o poder público, decidem por conta própria efetuar a limpeza. As imagens foram enviadas via aplicativo WhatsApp, pelo canal Direto das Ruas do Campo Grande News.

O problema persiste há anos em um terreno da Avenida Noroeste, no Bairro Residencial BetaVille. De acordo com o funcionário publico, Heitor Perin, de 49 anos, a situação se agrava pois no meio do terreno, há a passagem de uma tubulação aberta de escoamento de água da chuva, oferecendo risco de queda a quem tenta passar pelo local.

Escorpiões, ratos, baratas, e até uma cobra, já foram encontrados dentro de residências vizinhas ao local. Heitor acredita que o mau estado de conservação do terreno é o que estaria gerando o aparecimento dos animais.
“Eu mesmo já paguei a limpeza do terreno algumas vezes, mas agora parei. Ouvi até o boato de que haviam tentado atacar um mulher no matagal”, comenta. Foram feitas diversas solicitações e denúncias a prefeitura, mas o problema ainda não foi resolvido.

Limpar por conta própria também foi a solução encontrada pelo empresário Luiz Claudio Cardozo , que tem uma oficina na Rua Sertãozinho, na Vila Ipiranga. De acordo como o filho do empresário,Claudemir Cardozo,de 26 anos, a iniciativa partiu depois que outros moradores passaram a depositar lixo e por fogo nos terrenos.

Denuncias e solicitações de limpeza devem ser feitas pelo próprio morador indo diretamente a Central do Cidadão, ou pelo telefone 156 da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano). Após aberta a solicitação é estipulado um prazo para vistoria dos terrenos e notificação dos proprietários.

Direto das Ruas - Pelo canal de interação entre a redação e o leitor, podem ser enviados flagrantes, sugestões de matérias, notícias, fotos, áudios e vídeos. Seja um colaborador via WhatsApp pelo número (67) 9687-7598.



Ou seja, alem dos politicos saquearem a cidade ninguem faz o que deve ser feito, nós pagamos imposto de troxas que somos pois o retorno é zero, nosso prefeito só reza e faz pelos seus, a cidade que se dane....... assim tá dificil.
 
Max em 10/02/2015 12:36:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions