A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

01/11/2012 17:55

Anac aumenta para R$ 20 milhões multas por problemas aéreos

Carolina Sarres, da Agência Brasil

As companhias aéreas que infringirem regras causando danos graves aos passageiros ou à prestação dos serviços em aeroportos poderão ser multadas em até R$ 20 milhões, mil vezes a mais do que era permitido até então. A nova norma foi publicada no Diário Oficial da União de hoje (1º), depois da aprovação pela diretoria da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), na última terça-feira (30).

A regra em vigor atualmente, a Resolução 25/2008, estabelecia valor máximo de R$ 20 mil para as multas.

Em nota, a Anac informou que serão consideradas graves situações com grande impacto na malha aérea, que sejam responsabilidade da companhia ou de outro agente de setor, e que deixem grande quantidade de passageiros sem assistência.

Na resolução publicada hoje, são passíveis de elevação da multa as infrações contidas nos anexos 1, 2 e 3 da Resolução 25, referentes ao uso de aeronaves; às infrações imputáveis a aeronautas, aeroviários ou operadores de aeronaves; e às imputáveis a fabricantes de aeronaves ou de outros produtos aeronáuticos.

Os critérios considerados para a definição do valor da multa são a gravidade da infração, a condição econômica do infrator e seus antecedentes. Caso não haja o pagamento da multa no prazo estabelecido, o valor da penalidade será corrigido pela taxa básica de juros, a Selic.

Nas últimas semanas, problemas foram registrados no setor. O sistema de check in das empresas TAM e Gol apresentaram falhas recentes na emissão dos bilhetes aéreos, causando transtornos para os passageiros. 

No Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), um avião cargueiro interditou a pista por 48 horas, o que levou ao cancelamento de quase 500 voos. Por causa do problema, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) multou em R$ 2,8 milhões a empresa norte-americana Centurion Cargo, dona do avião MD-11, cujo trem de pouso se quebrou durante o pouso em Viracopos.

Edição: Carolina Pimentel

Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions