A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

02/12/2013 09:47

Aneel adota bandeira tarifária e conta de luz pode subir até 9,1% em MS

Aline dos Santos e Edivaldo Bitencourt
Forma de cobrança terá mudança a partir de janeiro. (Foto: Reprodução)Forma de cobrança terá mudança a partir de janeiro. (Foto: Reprodução)

A partir 2014, as contas de energia elétrica terão uma novidade, que pode acrescentar aumentos mensais ao valor do débito. Já a partir de janeiro entra em vigor o sistema de bandeiras tarifárias. Desta forma, o valor da fatura pode subir até 9,1% no Estado, considerando-se uma conta com consumo de 100 KWh.

Com as cores do semáforo de trânsito – verde, amarelo e vermelho -, o novo modelo indicará se a energia custará mais ou menos, em função das condições de geração de eletricidade.

Segundo a presidente do Conselho de Consumidores em Mato Grosso do Sul, Rosimeire da Costa, não se trata de uma nova cobrança, mas uma nova forma de cobrar. De acordo com ela, antes o valor era repassado uma vez por ano, junto com o reajuste tarifário.

O sistema funciona da seguinte forma: a bandeira verde indica que a tarifa para o próximo mês não sofrerá acréscimo. Com a bandeira amarela, a tarifa sofre acréscimo de R$ 1,50 para cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumidos. A bandeira vermelha alerta para acréscimo de R$ 3 a cada 100 kWh consumidos.

Mato Grosso do Sul, neste mês, teria bandeira vermelha, se a cobrança já estivesse em vigor. Isso significa que a conta de luz de quem consome 100 KWh poderia ter acréscimo de 9,1% com a tarifa extra de R$ 3. A conta mensal passaria de R$ 32,64 para R$ 35,64. 

A cobrança leva em consideração o custo para gerar a energia. Conforme a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), quando há pouca água armazenada, usinas termelétricas podem ser ligadas com a finalidade preservar os reservatórios das usinas hidrelétricas. Com isso, o custo de geração aumenta, pois essas usinas são movidas a combustíveis como gás natural, carvão, óleo combustível e diesel.

Em média, uma casa popular tem consumo de 80 kWh por mês. Em tese, as bandeiras tarifárias pretendem obter efeito pedagógico, ou seja, que o alerta e a cobrança mensal levem à redução do consumo. Conforme dados da Aneel, durante o ano de 2013, o subsistema SE/CO, onde está inserido Mato Grosso do Sul, registrou bandeira amarela ou vermelha.

Enersul deverá ter 4º dono a partir de julho de 2014
Na 2ª Câmara Técnica de Conselhos de Consumidores no Mato Grosso do Sul, realizada nesta sexta-feira (29), em Campo Grande, o diretor da Aneel (Agênc...
Sindicato dos Eletricitários é contra proposta do Energisa para a Enersul
O Sinergia/MS (Sindicato dos Eletricitários de Mato Grosso do Sul) é contra a proposta do Grupo Energisa para adquirir o comando do Grupo Rede, que i...
Cade aprova venda por R$ 1,1 bilhão e Enersul terá o 4º dono em 23 anos
Depois da Justiça, foi a vez do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovar a venda do Grupo Rede para a Energisa, com investimento in...


Ja não chega a gasolina 8%,agora energia o que mais vem por ai?Desse jeito o Brasileiro não aguenta,como diz prof Raimundo(da escolinha) E O SAAALARIO Ó!
 
Fernando Barros em 02/12/2013 19:51:40
Só Jesus na causa,só ele salva.......
 
andersonnogueira em 02/12/2013 15:57:52
Esse mês minha conta de luz de R$ 220,00 veio R$ 635,00, eles alegam que está havendo fuga de energia de 0,1 sei lá o que..., e o medidor aparece escrito "ALERTA" e o cara disse que isso é assim mesmo, some daqui uns 3 meses. Reclamar pra quem?
 
Celso Mazzei em 02/12/2013 13:42:08
As manifestações não surtiu nenhum efeito, foi só a poeira baixar e a popularidade da Dilma aumentar de novo nas pesquisas, que já começaram a ferrar o povo de novo, gasolina um absurdo de aumento, sendo que temos umas das melhores estatais petrolífera do mundo, cesta básica mais cara que tudo, agora mais aumento na conta de energia... com um salário minimo que é uma merreca mesmo... Até quando que nós enquanto brasileiros vamos aceitar de cabeça baixa essa imposições que nos massacram em impostos e mais impostos, para manter um sistema falido que beneficia apenas uma minoria de mafiosos... chega de inércia Brasil não somos mais um povo tão ignorante como antes...
 
sergio gimenez em 02/12/2013 13:01:58
Este é o país da sacanagem.
A Petrobrás compra usina nos Estados Unidos, gasta um absurdo e não consegue por para funcionar, daí vem com estoria que a estatal está no vermelho e dele aumento de preço para o povo pagar. Mais conta para pagarmos, agora na conta de luz. A carga tributaria é astronômica e não temos saúde que presta, não temos educação que presta, não temos segurança publica, não temos rodovia que presta. Me respondam o que temos que presta neste país.
 
Fernando ferreira em 02/12/2013 12:05:53
sobe energia 9,1%, água 4,5%, carne 15%, feijão 4,5%, tomate 15% somando só o que temos aqui 48,1%, fora dezenas de produtos que necessitamos, e alguns "espertos" dizem que a inflação é apenas 0,55%, pura lorota, pra enganar bobo.
 
Julia Andrade em 02/12/2013 11:24:18
Mais uma "taxinha"...
 
Marcos Figueiredo em 02/12/2013 11:12:30
Absurdo. Estão praticamente roubando a população e ninguém faz nada, Politicos, MPE, MPF, Autoridades, onde estão que permitem isso? Alguém tá levando algum nisso para ficar calado, enquanto os trabalhadores pagam o preço desse abuso. Começando pela Taxa de Iluminação Pública que é empurrada na conta e o serviço é péssimo.
Está na hora de acabar com isso...Mobilização já.
 
Francisco Junior em 02/12/2013 11:09:31
vão reclamar pra Dilma afinal foi ela quem foi na tv dizendo que a conta de luz ia abaixar ... foi pelo populismo se ferrou!
 
Ribamar Virgulino em 02/12/2013 10:56:48
Não é justo! O Governo não aplica a lei de responsabilidade e investimento adequado ao crescimento do País, elevando as taxas nestes percentuais onde quem paga somo nós, pois as termelétricas e demais usinas onde não se depende de água como as hidrelétricas, não se usam mais nos grandes centros econômicos do País. Restando as Hidrelétricas a médios e pequenos polos como em nosso estado, por isso pagamos caros pela nossa conta de energia... Sustentabilidade Já, direito igual pra todos.
Em nossa capital já uma porcaria o sistema de serviço da atual concessionária, por várias vezes já ficamos sem energia em nossa região, e ainda querem cobrar um absurdo, sem investimento.
 
Fred William em 02/12/2013 10:29:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions