A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

28/01/2014 13:55

Aneel aprova venda e intervenção na Enersul acaba no mês de abril

Edivaldo Bitencourt

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou, nesta terça-feira (28), a venda do Grupo Rede, que inclui a Enersul (Empresa Energética de Mato Grosso do Sul), para a Energisa S.A. Com a transferência, a intervenção, decretada em agosto de 2012, termina no dia 15 de abril deste ano.

A venda da Enersul, que conta com 839,6 mil clientes em 74 municípios de Mato Grosso do Sul, e as distribuidoras Celtins, Cemat, CFLO, Empresa Elétrica Bragantina, Caiuá Distribuição de Energia, CNEE e EDEVP foi aprovada hoje.
A Energisa terá 30 dias para enviar os documentos comprobatórios da formalização da operação e os interventores terão 60 dias para publicar o balanço do ano passado.

A Aneel considerou que o grupo tem condições financeiras e está apto para assumir a gestão das distribuidoras. O plano de recuperação do grupo foi apresentado em audiência pública e causou polêmica.

Um dos pontos é a proposta de investimento, que será R$ 154 milhões inferior do que o previsto pela empresa. Segundo o interventor, Jerson Kelman, a Enersul precisa receber R$ 900 milhões em investimentos.

Outro ponto polêmico foi o compartilhamento da estrutura entre as oito companhias do grupo. Para Kelman, a medida não se mostrou eficiente em outra oportunidade.

Os funcionários da Enersul temem que a mudança leve a demissões. A possibilidade de cortes foi levantada pelo Sinergia/MS (Sindicato dos Eletricitários de Mato Grosso do Sul), que classifica as proposta da Energisa como “indecentes”. A empresa tem 1,1 mil funcionários diretos.

A Enersul foi privatizada em 1990. O Grupo Rede assumiu o controle da Enersul em 2008, e deve repassá-la ainda neste ano. Na transação de compra por parte do grupo, a EDP (Energias do Brasil), então dona da concessionária sul-mato-grossense, recebeu cota majoritária de ações da hidrelétrica Luiz Eduardo Magalhães (localizada no Tocantins) e, em contrapartida, repassou as ações da Enersul para o Grupo Rede. O negócio foi orçado em R$ 700 milhões.

Até os anos 1990, a empresa era uma estatal. Ela foi privatizada e adquirida pela Escelsa. Em 2003, passou para o controle da EDP. A Energisa será o quarto dono da Enersul, fundada em 1979.

Um dia antes de protesto, Enersul garante que pagou terceirizada
A Enersul, concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica em 77 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul, esclareceu que está em dia...
Sem acerto com terceirizada, 190 funcionários protestam amanhã na Enersul
Após serem demitidos e não receberem o acerto com a Enecol, empresa que prestava serviço para a Enersul, 190 funcionários devem protestar na manhã de...
Enersul deverá ter 4º dono a partir de julho de 2014
Na 2ª Câmara Técnica de Conselhos de Consumidores no Mato Grosso do Sul, realizada nesta sexta-feira (29), em Campo Grande, o diretor da Aneel (Agênc...


No dia 4/01/2014, por volta das 18h30, isso no sábado, com o tempo nublado, caiu um raio que ocasionou a queima da minha parabólica. No outro dia questionei a empresa sobre o ocorrido. Resumindo: recebi resposta "do entendido na área" foi de que "não houve registro de perturbação no sistema elétrico que possa ter afetado a unidade". Para a empresa, o raio que caiu e ocasionou esse problema é de mentirinha, pois não foi registrado no sistema. Para a empresa, este consumidor é mentiroso. Agora fazer e questionar o quê né? O mentiroso aqui chamou um técnico e ficou comprovado a queima e arcou com o prejuízo.
 
Edvaldo Vieira em 28/01/2014 22:43:55
a enersul não foi privatizada em 1990; em 1991 pedro pedrossian tomou posse e não foi ele quem a privatizou; nem se pensava nisso. agora, esse negócio de vende, compra, vende, compra, até onde vai isso? e os funcionários, como ficam? quem é quem nessa palhaçada? só por Deus....
 
valentim jose ferreira em 28/01/2014 17:56:51
Quem foi o louco?
 
Rafael Pacheco Vitório em 28/01/2014 15:18:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions