A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/05/2011 11:52

Contrariando demissões em Murtinho, Marfrig divulga lucro de R$ 25,2 milhões

Fabiano Arruda

Contrariando a crise anunciada para explicar as demissões de 280 funcionários na unidade de Porto Murtinho, a Marfrig inverteu o prejuízo de R$ 52 milhões registrado no primeiro trimestre de 2010 e encerrou os primeiros três meses deste ano com lucro líquido de R$ 25,2 milhões no País.

"A Marfrig registrou no primeiro trimstre de 2011 seu melhor desempenho em termos de receita para primeiros trimestres, que são sazonalmente os períodos mais fracos do ano", destacou a empresa, segundo informações de matéria publicada nesta segunda-feira pelo G1.

"Nossa estratégia agora é garantir que continuaremos a equilibrar os efeitos dos preços de grãos nos preços para clientes, controlar o capital de giro, melhorar o fluxo de caixa e continuar aumentando nossa oferta de produtos de alta qualidade e elaborados", afirmou o presidente da companhia, Marcos Molina, em nota.

No início de maio, a empresa concluiu uma oferta de bonds com vencimento em sete anos, no valor total de US$ 750 milhões, por meio de sua subsidiária Marfrig Holdings Europe.

Demissões - Mesmo com os números positivos divulgados, as demissões em Porto Murtinho, anunciadas na semana passada, causam preocupação.

Para tentar reverter os cortes, a secretária da Seprotur (Secretaria de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo), Tereza Cristina, deve se reunir, amanhã, com a direção do frigorífico Marfrig em São Paulo.

Em nota divulgada nesta quinta-feira, a Marfrig manifestou posicionamento, oficial, de que as demissões na unidade de Porto Murtinho são parte de plano de medidas momentâneas e “absolutamente necessárias para a manutenção da estabilidade financeira daquela operação”.

O frigorífico de Porto Murtinho confirmou os cortes sob justificativa de uma crise econômica vivida pela unidade, que leva em conta alta da arroba do boi, queda do dólar e alta da inflação.

A unidade, que tem 319 funcionários e capacidade de produção de 850 cabeças por dia, garante que não vai fechar.

Marfrig diz que demissões em Murtinho são “absolutamente necessárias”
Em nota divulgada nesta quinta-feira, a Marfrig manifestou posicionamento, oficial, de que as demissões na unidade de Porto Murtinho são parte de pla...
Sem comprar, frigorífico confirma demissões em Porto Murtinho
Quase 300 pessoas devem perder o emprego na unidadeO frigorífico Marfrig de Porto Murtinho confirmou nesta quarta-feira a demissão de pelo menos 28...
Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions