A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

09/11/2017 22:22

Após registrar queda, índice de endividados tem ligeira alta na Capital

Nyelder Rodrigues

Após cair 4,9% de agosto para setembro, o PEIC (Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor) registrou ligeira alta de 0,8% em Campo Grande, chegando a marca de 53,8% em outubro.

De acordo com a pesquisa, 53,8% dos entrevistados declararam estar comprometidos com dívidas como cheques pré-datados, cartões de crédito, carnês de lojas, empréstimo pessoal, prestações de carro e seguros.

A maior parte dos entrevistados informou que o tempo de comprometimento com das dívidas é superior a um ano. Em setembro, o índice foi de 53%. Já em outubro de 2016, o índice registrado era de 58,1%

Em relação aos indicadores de inadimplência, dentre os endividados em outubro, 17,6% disseram que não terão condições de pagar, frente a 16,8% no mês anterior. Há 12 meses, o índice era de 13,3%.

"O que percebemos, porém, é que a quantidade de pessoas que indicam estar com contas em atraso permaneceu na casa dos 29%, mantendo a queda em relação a agosto, quando se aproximada de 35% das pessoas com contas atrasadas", analisa o presidente do IPF-MS (Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento da Fecomércio-MS), Edison Araújo.

Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions