A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/01/2014 12:39

Biosul critica política de "incentivos" a gasolina e quer apoio ao etanol

Leonardo Rocha
presidente da Biosul, Roberto Hollanda, diz que política de incentivos a gasolina é equivocada (Foto: Stephanie Romcy)presidente da Biosul, Roberto Hollanda, diz que política de incentivos a gasolina é equivocada (Foto: Stephanie Romcy)

O presidente da Biosul (Associação de Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul), Roberto Hollanda Filho, contestou a política de “incentivos” e financiamento do preço da gasolina no país e quer investimento e apoio maior ao etanol.

“Não defendemos preços maiores para gasolina, mas quando o mercado é reprimido de forma artificial pela Petrobras, traz prejuízos, alguém vai pagar esta conta. Esta política é equivocada".

Hollanda destacou que a Petrobras perdeu nos últimos anos 50% do valor de mercado, porque o governo federal resolve “bancar” o preço abaixo da gasolina.

“Este custo será sentido no investimento em saúde, educação e outras áreas, além de não existir apoio a política do uso do etanol, gostaríamos  de condições de igualdade”, frisou ele.

De acordo com a entidade, não houve nenhuma refinaria ou empresa nova, no setor, em 2013, e até o momento não háprevisão de novos investimentos em 2014.

“Aqueles que já estão no mercado investem muito em tecnologia e mudança no manejo, porém ano passado, assim como este, não há novas empresas no Estado”, apontou Roberto.

Preço – Em relação ao preço de mercado do etanol, o presidente da Biosul ressaltou que ele fica “atrelado” ao valor da gasolina, já que não pode ficar inviável.

“Um carro 1.0 que utiliza três tanques por mês de etanol, vai pagar 10 reais a mais em relação à gasolina, considerando aquela comparação do poder energético de 70%”.

Ele ponderou que existe um grande aumento de investimento no setor, mais que estas questões do mercado, definem o valor final. Em Campo Grande, os valores de etanol variam de R$2,09 a R$ 2,19. A gasolina hoje na Capital tem uma variação de R$ 3,04 a R$ 3,15 por litro.

“A gasolina teve um reajuste agora de 4%, mas também houve um aumento de 8% no óleo diesel, então na conta final, não faz tanta diferença em nível de mercado”.

Etanol – O uso de etanol no Estado está em 10 milhões de litros por mês, contra ainda os 50 milhões de litros de gasolina, no mesmo período. Em uma análise anual chega-se a 287 milhões de litros de etanol, sendo 157, 7 (milhões) do etanol anidro e 128,7 (milhões) do etanol hidratado.

A safra 2013/2014 produziu 2,2 bilhões de litros de etanol, sendo que a interior foi de 1,9 bilhões. Da produção de cana de açúcar, 72% foi voltado para o etanol, ficando 28% ao açúcar. Esta disparidade foi em função das condições climáticas.

 

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions