A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

26/09/2012 17:17

Cai-cai da conexão de internet provoca irritação de usuários e prejuízos

Paula Vitorino e Nicholas Vasconcelos
Internet é item essencial para a maioria das pessoas. (Fotos: Rodrigo Pazinato)Internet é item essencial para a maioria das pessoas. (Fotos: Rodrigo Pazinato)

Dia e noite conectados via internet. O que já virou rotina, e praticamente item de necessidade básica, tem se tornado um transtorno quando a enorme teia de aranha que fornece o sinal rompe em algum pontos e você fica fora da rede mundial de computadores.

“Mesmo que caia por alguns minutos, mas se você está fazendo alguma pesquisa vai ter que parar, esperar, reiniciar computador e às vezes até liga para a empresa. É um tempo que você perde porque não consegue terminar o trabalho sem a internet”, resume a enfermeira Gabrieli Silva, de 24 anos.

Ela está desde o fim de semana com a internet de casa oscilando por causa dos problemas, que atribui à chuva. O problema tem sido cada vez mais recorrente, como mostram os dados dos órgãos que fiscalizam o setor.

Segundo dados da Anatel, nos anos de 2010 e 2011 foram registradas 1,07 e 1,11 reclamação, respectivamente, a cada grupo de 1 mil assinantes de banda larga fixa no País. Mais da metade das reclamações foi referente a reparo, seja por interrupção do serviço ou velocidade não compatível com a contratada.

No Procon de Campo Grande foram registradas 175 e 119 reclamações nos anos de 2010 e 2011, respectivamente. Neste ano, o último levantamento é de 50 reclamações por provedores de internet. Não há detalhamento do motivo.

Se para o usuário doméstico, a interrupção no sinal já causa dor de cabeça, nos estabelecimentos que dependem dela para funcionar alguns minutos fora do ar são sinônimo de prejuízo.

“A gente paga caro por um serviço e ainda tem que ficar com prejuízo quando o cliente vem usar a internet e a rede cai. Isso quando a pessoa entende que o problema é da operadora e não nosso”, diz o proprietário de cyber-café na região central, Edson Cramolish.

Na segunda-feira o local ficou sem internet por cerca de 3 horas porque o sinal das duas operadoras caiu. “A cada 15 dias tem uma queda. Geralmente volta em minutos, mas já é prejuízo porque o cliente não vai querer o dinheiro dele de volta por aquele tempo”, frisa.

Proprietário de cyber diz que minutos sem internet são sinônimo de prejuízo. Proprietário de cyber diz que minutos sem internet são sinônimo de prejuízo.

Depois de cessar as reclamações com uma operadora de internet, a administradora de posto de combustível, Abigail Dias, de 44 anos, diz que a solução encontrada foi mudar de empresa.

“Parece que melhorou, até agora”, diz. Ela lembra que quando a internet “caía” até serviços essenciais, como a nota fiscal eletrônica, ficavam comprometidos.

Até estabelecimentos que realizam serviços públicos ficam vulneráveis. A gerente de uma das agência do Detran-MS, Eliana de Oliveira Gomes, diz que o órgão já criou mecanismos de prevenção contra panes no sistema.

“Se cai a internet do sistema no último dia de pagamento do documento, a gente já orienta que o valor não é alterado no outro dia para o pagamento e avisa a Polícia. Por que o cliente não pode ser prejudicado”, diz.

Outra saída é torcer para a internet voltar logo e contar com a colaboração do cliente para voltar “daqui 5 minutinhos”.

Como meio de sobrevivência, grandes empresas que dependem da internet para continuar operando costumam contratar mais de uma operadora. Dessa forma, caso uma fornecedora caia, a outra é conectada, já que dificilmente as duas saem do ar ao mesmo tempo.

Qualidade - Quem já utilizou a internet em outro país engrossa ainda mais a reclamação sobre o cai-cai da conexão.

“Aqui no Brasil é muito ruim mesmo, cai toda hora, é muito lento. Nos Estados Unidos a conexão é instantânea”, diz o empresário Luciano Silveira, de 32 anos.

Ele também frisa que “não temos qualidade e ainda pagamos muito mais pela internet”.

O gerente de um provedor de internet, Altair Gasparini, classifica como “terceiro mundo” a qualidade da internet brasileira. “Falta investimento, nossa internet está muito atrás de países desenvolvidos e isso torna mais frágil o fornecimento do sinal”, diz.

As regras brasileiras, para piorar o quadro, permitem que a operadora venda uma quantidade, mas ofereça menos que o que foi vendido, até o limite de 60%.

Para tentar mudar o cenário de reclamações sempre constantes dos usuários, a Anatel começa a testar a velocidade oferecida pelas operadoras a partir de outubro.

A agência selecionou voluntários que vão receber um equipamento para medir a velocidade e qualidade do sinal de internet até 2015. As operadoras serão obrigadas a oferecer velocidade mínima de conexão de pelo menos 20% da velocidade contratada a partir de outubro do próximo ano até chegar 40% no fim da pesquisa.

Em Mato Grosso do Sul, 290 clientes foram selecionados para participar da pesquisa que, segundo a Anatel, vai ser fundamental para obrigar as operadoras com mais de 50 mil assinantes que cumpram com os valores contratados.

Problema técnico interrompe serviços da NET em Campo Grande
Televisão por assinatura ficou sem sinal. Segundo a empresa, situação já foi resolvidaProblema técnico interrompeu serviços da NET em Campo Grande n...
Rompimento de cabo em MT afetou serviços de telefonia e internet em MS
Rompimento de cabo de fibra óptica em Rondonópolis (MT) deixou clientes da OI em Mato Grosso do Sul sem serviços de internet e telefonia nesta quinta...
Pane deixa usuários sem serviços de telefonia e internet no Estado
Uma pane interrompeu os serviços de internet e telefonia celular em Mato Grosso do Sul nesta quinta-feira (20). O problema atinge os usuários de inte...


7 sevennnnnnnnnnnnnnn
 
Maykon Duarte em 27/09/2012 12:08:05
cadê internet onde está você que não consiguo assessar .....agora no períoda da manhã????????
 
maria inacia da rocha em 27/09/2012 09:44:05
E o Power GVT que já tem em DOurados e Campo GRande sem previsão ? Nos enrolam desde 2009 com o tal Power GVT, aplicam o TS de dia e só liberam sua velocidade das 00 às 06:00, palhaçada total né já que isso é proibido pela Anatel, mas fazer o que, Brasil...
 
paulo roberto em 27/09/2012 09:31:35
Eu já deixei de reclamar da internet há um bom tempo. Primeiro, porque o estress não compensa, segundo, porque quem deveria regular o serviço (a ANATEL) nada fazem. Passei mais raiva com ela do que com a OI.
Quando você liga para o tele atendimento, eles te passam uma série de procedimentos que nada resolve e depois dizem que o problema é do provedor.
O único provedor que tem problemas é o deles.
 
Rodney OSilva em 27/09/2012 08:25:04
isso e culpa do governo que barateou o custo da internet....e com todo mundo acessando haja conexao...hoje em dia o pessoal vai pro banheiro e ja abre o facebook...
 
agnaldo silva em 27/09/2012 05:40:37
Edson, se não tivesse privatizado, a internet mais usada no Brasil ainda seria a discada. Qualidade da internet no Brasil é ruim sim, mas são por outros fatores. O governo mesmo é muito passivo com as operadoras. Essa iniciativa pode ser um sinal de que as coisas estão mudando, vamos ver.
 
Jean K Santos em 27/09/2012 04:26:26
poē o Bernal que ele resolve?...kkkkkkk

Abraços
 
Jonas dos Santos em 26/09/2012 11:53:26
Nunca fiquei sem net e nao acho lento tem 10 megas da oi, pago R$59,00 e nao e caro.Agora tem gente que tem 1 mega e acha que vai andar de Ferrari.
 
Cesar Benites em 26/09/2012 10:03:03
Já morei em Campo Grande e realmente a rede de internet ai é péssima além de cair várias vezes o que você paga nunca vem a velocidade real que se é contratada, fora que em muitos lugares da cidade não se tem opção de uma internet acima de 1mb. Moro agora em Florianópolis e aqui além das velocidades altas com preços baixos a cidade tem vários pontos com internet de graça e ainda em alta velocidade.
 
Eduardo Lemos em 26/09/2012 08:31:08
a minha operadora da internet diz que esta resolvendo um problema da fibra otica dentro de noventa dias esta resolvido liguei la e disseram que não podem fazer nada nem abaixar a conta pois talvez seja problema do modem e sempre culpa do usuario como resolver isso os trabalhos tenho que fazer duas vezes mas o problema ninguem sabe de quem e!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Silvana fialho em 26/09/2012 08:08:01
Bom saber que o limite da prestação de serviço é de 60% da velocidade contratada. Pois com o aumento do numero de clientes, a velocidade aferida, que em 2006 ainda era 90% da velocidade contratada, caiu gradativamente para 10%. Ou seja: hoje estou pagando internet de 10 Mbs mas recebendo 900 kbs. Ta na hora de uma reclamação bem documentado, com anos de logs, no Procon...
 
Marcos da Silva em 26/09/2012 07:10:00
Esses são os frutos que está-se colhendo com a privatização do sistema telebras. Foram demitidos os profissionais qualificados, pela ganancia de se reduzir a folha de pagamento, com isso angariar mais lucro. Posteriormente veio, e esta presente, a terceirização, com empresas visando sòmente lucros em detrimento da péssima qualidade do serviço prestado. E pior de tudo: não se tem a quem reclamar.
 
EDSON CHAVES em 26/09/2012 06:41:20
Fora todos esses problemas, de qualificações, disponibilidades de acesso.
Pagamos por 30 dias de serviços prestado e nunca temos o serviço disponível para utilização. E o pior é que não adianta mudar de empresa, são todas iguais.
 
Bruno Freitas em 26/09/2012 06:06:52
Isso acontece direto aqui na regiao da nova campo grande, e sempre ligo na operadora e me fala que e problema com o provedor.
 
johnnatan marcelo goes ferreira em 26/09/2012 05:56:18
Brasil é isso mesmo, da uma chuvinha e já acaba a luz, cai asfalto, desmorona os morros. É cada um por si e Deus por todos. Infelizmente uma triste realidade que não vai embora tão cedo. Em todos os lugares do mundo acontecem estragos por desastres naturais, porém, no Brasil qualquer chuva rotineira é motivo para transtornos enormes. Arrecadação de impostos em 2012 ultrapassa 1 Trilhão. Onde está?
 
Bruno Miranda em 26/09/2012 05:25:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions