ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, QUARTA  04    CAMPO GRANDE 21º

Economia

Campo Grande registra a maior queda do preço da cesta básica no País

Já o acumulado nos últimos 12 meses chega a 23%, o oitavo maior entre as 17 cidades analisadas

Por Nyelder Rodrigues | 05/03/2021 16:14
Preços caíram em fevereiro, mas acumulam altas nos últimos 12 meses (Foto: Arquivo/Kisie Ainõa)
Preços caíram em fevereiro, mas acumulam altas nos últimos 12 meses (Foto: Arquivo/Kisie Ainõa)

Campo Grande registrou em fevereiro a maior queda do preço da cesta básica no Brasil, conforme análise mensal feita pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) em 17 capitais brasileiras.

Além da cidade sul-mato-grossense, outras 11 também registraram redução do valor da cesta e apenas cinco tiveram aumento. Em Campo Grande, a queda foi de 4,67% com relação ao índice registrado em janeiro desse ano.

Os locais que aparecem na sequência foram Brasília/DF, Belo Horizonte/MG, Vitória/ES e Goiânia/GO, com redução de, respectivamente, 3,72%, 3,16%, 2,46% e 2,45%. João Pessoa-PB (2,68%), Curitiba-PR (2,33%) e Natal-RN (2,19%) registraram as maiores altas.

Já a cidade pesquisa onde os itens da cesta básica formaram o preço mais caro do país foi Florianópolis-SC, com o valor de R$ 639,81. A mais barata é a de Aracaju-AL, com custo médio verificado em R$ 445,90.

Em Campo Grande, o preço checado pelo Dieese foi de R$ 551,58 neste mês, ficando no 'meio da tabela', sendo a oitava entre as 17 capitais pesquisadas. O valor corresponde a 54,21% do salário mínimo líquido.

12 meses - Em contraponto ao registrado em fevereiro, o índice apurado nos últimos 12 meses mostra encarecimento dos produtos avaliados. Campo Grande repete a oitava posição nesse ranking, com aumento de 23,84% no período. Quem lidera é Florianópolis, com 29,74%, seguido por Porto Alegre (28,37%) e Curitiba (27,88%).

Já o menor índice aferido foi em Recife-PE, onde a elevação da cesta básica em 12 meses alcançou meros 11,76% - Fortaleza-CE, com 13,06%, e Natal, com 14,43%, aparecem logo na sequência. Belém-PA (18,48%) fecha a lista dos menores aumento em 12 meses.

Produtos - Entre os produtos que puxaram em mais de 4% para baixo o preço da cesta básica em Campo Grande de janeiro para fevereiro, estão a batata e o tomate, cada um com queda de 28,94% e 27,53%, respectivamente.

Outro importante alimento que sofreu redução de preço segundo o Dieese foi o arroz agulhinha, encontrado em fevereiro por até 8,86% mais barato do que no mês anterior. Já o açúcar ficou 1,52% mais barato, enquanto o leite integral subiu 1,15%.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário