A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

18/06/2012 10:08

Carne de búfalo misturada à de boi; você pode ter comido sem saber

Paula Vitorino

Segundo Associção e frigorifícos, a prática acontece quando búfalos são abatidos e a carne vai para comercialização, como forma de driblar a resistência do consumidor

Búfalos. (Foto: Divulgação)Búfalos. (Foto: Divulgação)

Você já pensou que pode ter experimentado carne de búfalo como bife do almoço ou no churrasco de domingo sem nem saber? Segundo a Associação de Criadores de Búfalo de MS e proprietários de frigoríficos, isso já aconteceu com boa parte dos consumidores de carne bovina.

“Com certeza a dona de casa e a maioria das pessoas já comeu um bife de búfalo e nunca descobriu”, afirma o presidente da Associação, Antônio Rozario Migliorini.

De acordo com a Associação e frigoríficos ouvidos pela reportagem, búfalos são abatidos e a carne é misturada com bovina para a comercialização. Com isso, o consumidor acha que está comprando bife bovino, mas leva para casa outro produto.

Comprador de carne de um grande frigorífico do Estado, Renato de Oliveira, explica que a mistura tem o objetivo de driblar a resistência dos consumidores com a espécie bubalina.

“Tem que misturar com a bovina porque senão ninguém quer comprar”, frisa.

Apesar de admitir a prática, ele ressalta que o procedimento é raro. “É raro comprarmos búfalo, até porque o abate é mais difícil e não tem comércio. Quando compramos é de algum produtor que é cliente antigo e tem búfalo para vender”, diz.

O presidente da Associação garante que é quase impossível identificar a diferença das duas carnes a olho nu e que o gosto é o mesmo. “É o mesmo sabor, não tem diferença. Depois que abate vira tudo carne”, diz. Ele afirma que já vendeu búfalos para pelo menos dois frigoríficos do Estado e os animais foram batidos e comercializados como carne bovina.

De acordo com o Ministério da Agricultura, a prática caracteriza crime, já que o abate dos animais deve ser separado e existem determinações e rotulagem especificas para cada espécie. Ainda segundo a fiscalização, o consumidor é enganado na hora da compra.

Carne light - Mas o produtor rebate dizendo que não há prejuízo para consumidor, justificando que o cliente acaba adquirindo um produto melhor pelo preço mais barato.

“Você não está enganando, é vender algo melhor pelo mesmo preço. A carne bubaína é a única com selo light”, frisa.

De acordo dados da Associação sobre a carne, a partir de pesquisas nacionais, o produto tem 40% menos colesterol e 10% a mais de proteína que a carne bovina. Além disso, a Secretaria de Agricultura do Estado do Pará, maior produtor de búfalos do país, emitiu certificado de light para a carne, considerando suas características.

Já a mussarela do búfalo, produto mais popular da espécie, é conhecida pelos mesmos benefícios e admirada, também, pelo sabor. “Além dos benefícios, é procurada pelo paladar. É uma mussarela mais macia, adocicada”, diz o proprietário do único laticínio do Estado especializado na produção de mussarela de búfalo, André Caleffe.

No meio da carne bovina, pode ter de búfalo, diz associação. (Foto: Rodrigo Pazinato)No meio da carne bovina, pode ter de búfalo, diz associação. (Foto: Rodrigo Pazinato)

E você? - Na rua, consumidores não se espantam com a possibilidade de já ter provado a carne bubalina sem saber e alguns admitem acreditar que nem saberiam diferenciar os produtos.

“Pra mim tanto faz, fui criado comendo carne de porco e, eu acho que carne de búfalo deve ser igual carne de vaca”, diz o pipoqueiro Jorcelino do Carmo, de 60 anos.

Mas a ideia de comer uma carne sem saber a sua procedência também assusta. “Não comeria carne de búfalo, sou enjoada e nem carne de vaca de qualquer lugar eu como, tem de ser muito limpo”, Roseli Flávia, diz 50 anos.

Sobre a resistência em consumir a carne de búfalo, os consumidores dizem que o que falta é a cultura em comer carne bubalina. A maioria também desconhece os benefícios da carne.

“Nunca experimentei, mas se provar e for boa, não vejo problema nenhum. Se o queijo é bom, a carne deve ser também”, diz o comerciante Paulo Pereira, de 50 anos.

Mas na hora de optar entre as espécies para a compra, o preço acaba sendo fator decisivo para a preferência.

“Tem de ver o preço, o que importa é o preço da carne. Se não for cara, como, sim”, diz o taxista Alexsandro Monteiro, de 32 anos.

A reportagem não encontrou a carne bubalina para ser comprada em Campo Grande, oficialmente. Mas de acordo com a Associação, o preço do produtor em São Paulo varia, mas não difere muito da bovina. Já no Rio Grande do Sul, onde a procura dos consumidores é maior, o preço pode chegar a 20% a mais.

Já André Caleffe diz que o preço da mussarela é, em média, R$ 10 mais caro que outros tipos do produto.

O produtor ressalta que falta divulgação sobre o produto para incentivar o consumo da espécie. “Quando o consumidor souber da importância da carne ele chegar no local para comprar e procurar pelo produto. Aí sim os frigoríficos terão interesse no animal”, diz.

Ele frisa que aumentando a procura, a oferta por parte do produtor também vai crescer e, com isso, o preço vai diminuir.

Fiscalização-Ministério da Agricultura, Decon (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra as Relações de Consumo) e Seprotur (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção e Turismo) afirmam nunca terem constatado esse tipo de irregularidade no Estado.

No entanto, os órgãos afirmam que se o frigorífico for flagrado realizando o procedimento ilegal, a as punições previstas incluem apreensão da mercadoria, multa e até prisão dos responsáveis.

O delegado da Decon, Adriano Garcia Geraldo, esclarece que havendo denúncia sobre a prática irregular, os órgãos de fiscalização e Polícia Civil podem realizar vistoria e, constatando a irregularidade, os responsáveis são punidos.

Ele frisa que o procedimento é uma forma de enganar o consumidor e não interessa se o produto é melhor ou pior, pois o cliente tem o direito de saber o que está comprando e optar.

Pelo crime contra relações de consumo, a pena é de 2 a 5 anos de prisão.

Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...


O nosso amigo Carlos Moura deve ser um criador de bovinos q teme q os bubalinos tomem espaço dos bovinos na preferencia do consumidor por ter uma carne + saudável e seu leite de melhor qualidade mas fique tranquilo caro amigo, pois a quantidade de bubalinos é muito inferior ao de bovinos e tem espaço pra todo mundo. O búfalo q vc citou deve ser o búfalo africano que é muito forte e bravo mesmo mas como diz o nome ele vive na Africa. O búfalo que temos em terras brasileiras são dóceis e de fácil manejo. Se ele foge pode ser por falta de comida quando o fazendeiro faz superlotação e não tem pasto pra todo rebanho
O q falta é conhecimento por parte das pessoas. Enqto tem um bobo feito o Tony Ramos fazendo sucesso com a propaganda da Friboi a ABCB podia disseminar as qualidades dos bubalinos..
 
Deni Sosa em 24/09/2013 20:01:34
Experimentei e não recomendo.
O que a carne Bubalina tem de melhor comparado à carne bovina , como gordura, colesterol etc... Não se compara a destruição que o Bufalo promove a Natureza.
Arrebentando cercas de qualquer natureza , invade as reservas naturais , matas siliares , lagoas , lagos e rios comendo e pisoteando tudo o que vê pela frente.
O benefício do Bufalo é no Zoologico ou nas planicies da Africa , onde é seu verdadeiro Habitat.
Falo isso por experiência própria , já criei ,engordei, fiz parcerias , aluguei pastos e nada , nada mesmo me fez ver qual vantagem tem em relaão ao gado bovino.
Nós, como consumdores , ainda temos que escutar , que frigorificos e produtores desleais, nos fazem comprar carne Bubalina como se fossem Bovinas,
Cadê o direito dos consumidores ?
 
Carlos Moura em 29/04/2013 19:48:57
A única empresa que não tem direito sobre o que produz é o agricultor, o que ele produz já tem preço fixo, se as despesas forem maiores o lucro será menor, se o preço de mercado for muito baixo ou não puder produzir pelas condições climáticas, o prejuizo é seu. Já as empresas e o comércio repassam para nós consumidores, se der prejuízo a eles, nós pagamos a conta. Um detalhe que vale lembrar.
 
Alex Hoffmann em 13/09/2012 02:01:13
Sou consumidor ávido de carne de búfalo, aliás no meu freezer só tem carne bubalina, e optei por causa da aparência, do gosto e consistência, maciez da carne e claro pelos seus benefícios. Contudo, tenho amigos que sentiram-se desconfortáveis perante um churrasco preparado com carne de búfalo pela primeira vez, sentiram nojo só porque o animal é diferente, mas, após experimentarem, gostaram muito.
 
Alex Hoffmann em 13/09/2012 01:43:22
QUEM GANHA e QUEM PERDE:

1. QUEM PERDE É O PRODUTOR:
a) O produtor é quem perde, porque se a carne bubalina tivesse sendo vendida como de búfalo, teria um valor maior, em virtude da superioridade de suas propriedades nutricionais;
b) No RS onde é vendida como búfalo, o valor é 20% superior a do Boi e na Europa alcança até o dobro do preço em relação a outro bovino (Fonte: Ass. Criadores Búfalos Inglaterra);
c) Mas, praticamente no Brasil inteiro, ainda não é viável a venda do búfalo como búfalo, porque o consumidor desconhece suas vantagens para a saúde. Logo, desconhecendo não procura. Não procurando, o comerciante não a coloca a venda separadamente, devido a falta de procura;
d) Da mesma forma, se um outro bovino qualquer tivesse propriedades excepcionais para a saúde, mas, o consumidor não sabendo, não procuraria especificamente por aquela carne;
e) Pelo fato de haver a obrigatoriedade de rotulação, são poucos os frigoríficos que abatem búfalos. Devido esta circunstância, os que abatem, aproveitam-se da situação e pagam pela carne de búfalo um valor inferior ao da vaca. Depois a vendem pelo mesmo preço da do boi, pelo fato de se tratar também de um bovino;
2. QUEM GANHA é o CONSUMIDOR:
a) Quando o consumidor compra carne de búfalo no lugar da do boi, não está sendo enganado. Ele está sim, levando para casa carne bovina, porque o búfalo é um bovino como qualquer outro. O búfalo não é nelore, holandês ou charolês, etc. Mas, todos são da mesma espécie. Estaria sim, sendo enganado se estivesse levando carne de porco, frango, peixe no lugar da de boi, porque são carnes diferentes. Isto é, não são da espécie bovina;
b) Por outro lado, o consumidor não sabe, mas, no lugar de 09 kg. de carne, ele está levando 10 kg. em termos proteicos. Isto porque, a carne bubalina tem 11% mais proteínas que a carne de boi e 10% a mais de minerais;
Sai lucrando ainda em termos de saúde.
Pois, a carne de búfalo é a ÚNICA carne light com certificação federal (Fonte: UFPA). Pelo fato de possuir 55% menos calorias e 40% menos colesterol que a similar, o Poder Publico deveria incentivar o seu consumo e não criar obstáculos, como tem ocorrido até o presente.

3. DE QUEM é a CULPA? Eis o X da questão:
a) O cerne da questão é a falta de educação;
b) Educação cabe ao Governo e não ao produtor, que só sabe produzir alimento. Não foi preparado para comercializar o seu produto. Aliás, é o único seguimento da economia em que, quem coloca o preço no produto é o comprador e não o vendedor;
c) No dia em que o Ministério de Educação inserir na grade curricular do Ensino Fundamental, a disciplina mais importante de todas, vem a solução. E a disciplina mais importante é nutrição humana, de vez que 90% das doenças entram pela boca. Aí sim, as crianças vão dar a solução para esta questão;
d) Por quê? Porque as crianças chegam da escola e passam para mãe as vantagens da carne bubalina para a saúde.
e) A mãe é quem faz as compras. Seja nos supermercados ou açougues, lá vai ela pedir carne de búfalos. No começo não encontrará, mas, dentro de algum tempo, devido a procura, os frigoríficos começam a distribuição da carne bubalina, como carne de búfalo, assim rotulada;
f) Mas, enquanto isto não ocorrer, colocar um produto no mercado sem que o consumidor dele tome conhecimento é dar murro em ponta de faca;
g) Assim sendo, a Resolução do M.A. que estabelece a rotulagem deve ser aplicada sim, mas, no seu devido tempo. Da forma como vem sendo feito, é mais um gol contra, pois, está sendo um entrave para a criação de búfalos no Brasil. Só complica o caso em vez de resolver o caso.
4. O BÚFALO na ECONOMIA;
a) Por causa dos problemas citados, búfalo está sendo vendido por um preço inferior ao da vaca. Mas, mesmo assim, dá mais lucro que outro bovino qualquer;
b) Isto ocorre devido seu baixo custo de produção;
c) Segundo pesquisas feitas pela UNESP de Botucatu, o custo de produção do búfalo é 20% menor que o do boi;
d) Vários fatores concorrem para este resultado. A seguir, exemplos testados com gado a pasto bica corrida:
• Desmama: Já na desmama se verifica a diferença, que gira em torno de 50 kg. de pv. a mais para o búfalo.
• O tempo de vida reprodutivo do búfalo gira em torno de 20 anos contra apenas 09 anos para o outro bovino;
• Ganho de peso: Com a idade de 18 a 24 meses, atinge em torno de 450 a 500 kg. de p.v. contra 280 a 300 kg. do outro bovino;
• O búfalo além de ser mais fértil, tem melhor eficiência reprodutiva, chegando até a 95%;
• Gasta-se menos remédios com búfalos, devido sua rusticidade;
• O búfalo tem o dobro de força mandibular e o dobro de flora ruminal. É por isso que, com a mesma quantidade de forrageira, produz mais proteína que qualquer outro bovino. Para se ter uma ideia, as fêmeas a pasto chegam a pesar 20 @, de peso líquido, ou seja, carcaça aproveitável.
• Mais informações em www.bubrasil.com.br
 
Antonio R. Migliorini em 03/07/2012 10:30:57
E portanto, mesmo que os produtores sofram com a falta de verticalização da carne, ele não é o responsável pela venda no supermercado. Ele vende búfalo, e sai do frigorífico boi!
 
Mirelli Forgiarini em 02/07/2012 04:14:04
Algumas pessoas estão fazendo confusão com relação a fiscalização desse abate. Não se trata de um abate clandestino, não é o caso de colocar em dúvida a procedência desses animais. Talvez algumas pessoas ainda não saibam, mas quando o produtor manda os animais para o frigorífico ele tira o GTA. E nesse documento é especificado a quantidade, a categoria e a ESPÉCIE animal.
 
Mirelli Forgiarini em 02/07/2012 04:12:41
Depois que li na revista Veja de dezembro de 2003, que 35% dos óbitos ocorrem devido ao mau colesterol, passei a comer de búfalos. Achei mais saborosa que similar.
Depois fui saber que o leite da búfala tem muito acido linoleico, uma substancia anticancerígena e que inclusive combate os radicais livres e diabetes. Pago um pouco mais caro, mas, vale a pena.
 
Eliader Monteiro em 23/06/2012 11:14:08
É um fato científico que a carne bubalina é mais saudável que bovina. Não existe portanto, prejuízo real ou potencial ao consumidor pela sua comercialização indiferenciada. Criar obstáculos a isso, onde não existem condições econômicas para o seu processamento separado é, por ordem de relevância e gravidade: uma idiotice, um contra-senso, um atentado à economia popular e à saúde pública.
 
Eduardo Dutra Aydos em 23/06/2012 11:05:00
A carne do búfalo está para a carne do boi, assim como a mozzarella da búfala está para a mozzarella feita com leite similar, pelo seguinte:
Por uma questão de direito industrial, só é permitido designar o queijo de “mozzarella”, se fora feito com leite de búfala, como ocorre na ITÁLIA (origem da mozzarella).
Este nome “mozzarella” dado ao queijo feito com leite similar está com seus dias contados, porque contraria a Lei internacional de patentes.
Portanto, logo, logo, os laticínios terão que dar uma nova nomenclatura ao queijo vendido com a nomenclatura referida.
Porque tudo isso?
Porque a mozzarella feita com leite similar tem qualidade inferior a outra, que é feita com leite bubalino.
Conclusão:
Combater a alteração que prejudica a qualidade de um produto é um direito – deve ser feito.
Porém, criar caso com a alteração que melhora sua qualidade, não dá pra entender.
 
Antonio Rosario em 23/06/2012 02:38:44
O produto carne de búfalo de um alimento de inquestionável valor nutricional e sensorialmente bastante semelhante a carne bovina, conforme já comentado por colegas e criadores. A dificuldade da comercialização da carne de bufalo como tal é também de responsabilidade dos órgão competentes, por ainda não terem incluído o correto padrão de identidade do produto e organizado o cadastro fiscal.
 
Eduardo Bastianetto em 22/06/2012 01:04:09
O Búfalo é de extraordinário valor, na Índia a produção de leite chega a 60 bilhões de litros. No Paquistão 30 bilhões, com crescimento de 5,0% aa contra apenas 1,0% dos bovinos. Isso se deve a qualidade de seu produto e dos búfalos. A produção de carne chegou a 3,2 bilhões de kg, para exportação e consumo do oriente médio e Europa. O problema esta apenas na descriminação e divulgação da especie
 
Alcides Amorim Ramos em 19/06/2012 11:56:33
Acho um absurdo tudo isso, a carne de búfalo é ótima, faço questão de consumi-la, o grande problema é que teria que ser vendida com especificação, tenho certeza que seria inclusive mais cara e não faltariam consumidores.A picanha do búfalo é a mais saudável e melhor picanha do mundo, quem comeu não esqueceu.Muitos países e mesmo no brasil o búfalo ja é muito reconhecido por suas qualidades
 
Paulo Nascimento em 19/06/2012 10:54:56
Nada contra a carne de búfalo. Mas pagar por uma coisa e levar outra é o cúmulo!
Onde está a fiscalização?
 
Ricarto Afonso Neto em 19/06/2012 10:24:06
EU JÁ COMI CARNE DE BÚFALO E NÃO TEM DIFERENÇA, É SABOROSA COMO A DE BOI, É SÓ OS CRIADORES DE BÚFALOS INVESTIR MAS NA PROPAGANDA E DIZER QUE A CARNE É LIGNT QUE CABA VIRANDO FEBRE NACIONAL ,AI VÃO RECLAMAR QUE O PREÇO TA MUITO ALTO.
 
Meridiana Martins De Moraes em 19/06/2012 09:39:45
Tanto búfalos quanto bovinos são integrantes da mesma familia zoologica, os bovideos, e sensorialmente são na maioria das vezes indistinguíveis. Da mesma forma que não faz sentido distinguir no rótulo o bovino europeu (bos taurus) do zebuino (bos indicus), apesar de terem composição totalmente diferente, também não faz sentido dintiguir o bubalino (apesar de mais saudável que os primos "bos")
 
Otavio Bernardes em 19/06/2012 04:19:10
Você sabia que, já comeu carne de gado nelore sem saber que era de nelore?
Idem, carne de gado holandês, sem saber que era holandês?
Idem, charolês sem saber que era de charolês?
Também búfalos, sem saber que era carne de búfalos, sabe porque?
Porque todos são da mesma espécie, ou seja, BOVINOS.
É por isso que na ITÁLIA e outros países do mundo, o búfalo recebe tratamento idêntico ao dado a qualquer outro bovino.
Infelizmente em MS., o Estado está dando incentivos para o nelore que não precisa, de vez que sua cadeia produtiva já é completa.
Mas, está negando dar ao búfalo que mais precisa de um incentivo igual ao dado ao nelore.
Conclusão: Dão aquele que não precisa, e nega ao búfalo que mais precisa, em termos de sua divulgação.
Isto porque, 99% da população brasileira desconhece completamente o búfalo brasileiro.
Após a divulgação das vantagens que tem a carne bubalina, a dona de casa, vai saber que é também um bovino, cuja carne tem o mesmo sabor. Daí para frente, só vai consumir carne de búfalo, devido sua superioridade em termos de sabor e nutrientes.
Se você comeu carne bubalina, agora já sabe que saiu lucrando.
Se bebeu o leite de búfalas, também saiu lucrando com 59% mais de cálcio, 47% mais de fósforo, 30% menos colesterol, etc. etc.
A verdade é que a carne bubalina, sem sombras de dúvidas, será a PROTEÍNA LIGHT DO 3º MILÊNIO. Menos colesterol que a do boi, frango e peru, etc.
Você sabia que,
A carne bubalina está para o frango caipira, como a carne do boi está para o frango de granja?. Pois é, assim, dizem aqueles que têm um paladar mais exigente.
A Resolução do M. Agr. incrimina quem vende gato por lebre, não quem vende lebre por gato. Isto é, quem vende pelo mesmo preço um produto superior, deveria ser incentivado e não criticado.
 
Antonio Rozario Migliorini em 19/06/2012 03:01:35
O búfalo tem sido vítima de preconceito. E todo preconceito, é produto da ignorância. Aqueles que teem conhecimento e são bem informados, sabem que só há vantagens em consumir a carne de búfalo e produtos derivados do leite bubalino. Portanto sugiro àqueles que sem conhecimento o combatem e o criticam, que procurem obter conhecimento e falem menos besteiras...
 
miriam monteiro em 19/06/2012 02:30:02
A carne de búfalos criados a pasto ou em confinamento e, abatidos até os 30-36 meses é de excelente qualidade. É outra fonte de proteína "vermelha" de alto valor biológico para a nossa alimentação. Por apresentar ainda um rebanho em expansão, com escala pequena de abates, a carne não deve ser tratada como commoditie e sim ter identidade própria e ser vendida em nichos de mercado específicos.
 
André Mendes Jorge em 19/06/2012 01:48:00
A gente come carne de búfalo achando que é de boi, p/ nosso bem, para driblar a resistência.
Só que DEVERIA ser às claras. Assim, me lembra do Ultraje:
"A gente não sabemos escolher presidente
A gente não sabemos tomar conta da gente
A gente não sabemos nem escovar os dente
Tem gringo pensando que nóis é indigente.."

E sinceramente, concordâncias a parte, acho que não é só gringo não.
 
Mário Lupertino em 18/06/2012 12:48:50
As declarações das pessoas citadas na reportagem já são suficientes para
ensejar alguma providência de ofício, por parte das autoridades citadas, pois há indícios suficientes da prática de crime contra as relações de consumo. Independente da carne ser de melhor qualidade, o que a lei protege é o direito de escolha do consumidor. Apesar de apreciar a carne de búfalo, repudio a conduta desonesta.
 
Napoleão Rodrigues Junior em 18/06/2012 12:28:59
Conheça a composição da carne de búfalo:

40% Menos de Colesterol
12 Vezes menos de Gordura
55% Menos de Calorias
11% A mais de Proteínas
10% A mais de Minerais
 
Gabriel Soares em 18/06/2012 12:04:00
Para o consumidor, a principal diferença da carne de búfalo para outras carnes aparece nos benefícios à saúde. A carne de búfalo tem aparência similar à carne bovina, porém a gordura é totalmente branca. O índice de gordura intra muscular da carne de búfalo é muito menor do que o da carne bovina, permitindo que, retirando-se a gordura inter muscular, obtenha-se uma carne extremamente magra e saudável. O sabor e a forma de preparo são similares ao da carne bovina.
 
Daniel Barbosa em 18/06/2012 12:03:14
As aparencias enganam. O búfalo é um animal super precoce e saudável e daí sua carne e leite são também de excelente qualidade. Se alguém comeu sem saber, sinta-se premiado e não enganado. Se não fosse o preconceito, seria muito mais cara pela qualidade e por ser mais saudável que a de boi. O preconceito é pela imagem do búfalo africano que não é domesticável, nada a ver com o do Brasil.
 
Paulo Lemos em 18/06/2012 11:36:04
Deveriam vender carne de cavalo também , pois este é um privilégio dos europeus.
 
Rogerio Moralles em 18/06/2012 11:15:32
Se a carne é melhor ou pior é de direito o consumidor escolher oque quer comprar.e os orgãos públicos estão diante de uma confição de crime e diz esperar um flagrante ,me poupe e economize estão fazendo fiscalização coisa nenhuma.
 
luana de almeida em 18/06/2012 10:32:50
Se é uma carne melhor, mais saudavel, produtor põe a cara, lança no mercado, porque não vai ter aceitação?
 
Mara Lopes em 18/06/2012 10:27:09
é possivel que o pequarista e nem o governo tenha entreresse em fazer uma midia bem feita com as propriedades da carne do bufalo para não prejudicar o criador do gado branco que é a maioria , alguma diferença deve ter .
se não , eles se mexeria a seu favor
 
jose alves em 18/06/2012 06:32:20
muito bem Sr. Cristiam comemos linguiça sim que são restos, porem por livre e espontanea vontade néeeeee, e o senhor toma coca-cola? porque gosta ou pela propaganda? é muito diferente comer carne sem conhecimento, e olha lá que quem tem PALADAR sabe que a carne de búfalo tem uma gordura diferente, quem já comeu sabe do que estou falando. Parabens a nossos fiscais, vcs fazem jus aos seus salários.
 
Ligia da Silva em 18/06/2012 06:17:41
Acredito que uma divulgação da espécie deveria ser feita para que a população conheça os benefícios da carne e decida ou não por isso, agora escolher pelo cliente? Isso é crime! Cada pessoa escolhe o que quer.
 
Lucimar weiler em 18/06/2012 04:55:04
Que tolice querer saber qual a diferença entre uma carne e outra! Que diferença isso faz? Comemos outros alimentos que, se soubessemos a composição, nem comeríamos de tanto nojo, como por exemplo, a salsicha (que é feita de RESTOS de carnes de boi, de porco e de frango). Isso é coisa de gente que nunca passou fome. Escolher é bom, isso é óbvio. Mas fazer tanto escândalo, já é demais. Francamente!
 
Christian da Costa em 18/06/2012 03:47:56
Não vamos fechar os olhos para isso querendo justificativas com relação a qualidade da carne ou preconceito de onde é proveniente essa carne.A grande questão é que estamo diante de uma confissão de engano ao consumidor.Pois como se diz é uma carne mais saudável e se esta mesma carne estive-se com alguma contaminação.Pois apesar da aparência boi e bufalo tem caracteristicas diferentes.
 
Tadeu Júnior em 18/06/2012 03:27:37
Atitude vergonhosa. Decidindo pelos consumidores. Fiscalização zero.
O que mais estamos comendo sem saber???
 
Emersom Floriano em 18/06/2012 03:20:11
“É o mesmo sabor, não tem diferença. Depois que abate vira tudo carne”, diz....HAHAHAHA, iria virar o que depois do abate, ovo frito????....

...alguem ae ja comprou peito de frango e levou peito de urubu ou de pomba pra casa..dizem que é a mesma coisa.....
 
Sergio Correa em 18/06/2012 03:03:55
Sr.Paulo Lemos,ja comi,jacaré,páca,tatu,lébre.anta.capivara,pombo,saracura,peixes diversos,mas acho que comer carne de Bufalo enganada,é uma tremenda sacanagem,falta de respeito com o consumidor,colocar visivel q é carne de Bufalo é honesto é o q deveria ser feito,quem gostar compra,talves eu compraria contando que fosse fiscalizado o produto.garanto q restaurantes iriam servir como prato especial
 
Teresa Moura em 18/06/2012 02:41:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions