A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

05/06/2014 17:43

Cesta básica acumula alta de 7,5% no ano em Campo Grande, avalia Dieese

Bruno Chaves

A Pesquisa da Cesta Básica de Alimentos, elaborada pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) e divulgada nesta quinta-feira (5), revelou que, em maio, o preço do conjunto de bens alimentícios essenciais registrou retração de -2,05% em Campo Grande. Entretanto, no acumulado do ano de 2014, o produto está com alta de 7,52%.

Em comparação com o mês de abril, as maiores altas foram registradas em Fortaleza (5,42%) e Recife (4,90%). Já as maiores retrações foram observadas em Campo Grande (-2,05%), Florianópolis (-0,38%) e Brasília (-0,10%). Na Capital sul-mato-grossense, a cesta tem valor médio de R$ 323,84.

Conforme o levantamento, mm maio, os aumentos dos preços da cesta básica foram influenciados principalmente pelos seguintes produtos: tomate, café em pó, manteiga, óleo de soja e arroz. O preço do tomate, mais uma vez, teve impacto no valor do conjunto dos bens essenciais. Depois de uma trégua em abril, em maio, os preços voltaram a subir.

Para o Dieese, problemas de produtividade nas safras de inverno, devido a pragas, e o fato de a colheita de verão ter terminado antecipadamente, por causa da estiagem do início do ano, comprometeram a oferta de tomate, com impacto no preço do produto.

Agências do BB abrirão uma hora mais cedo para saques do Pasep
As pessoas com mais de 70 anos beneficiadas com o saque das cotas do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) poderão ir mais c...
Águas Guariroba consta pela 2ª vez entre 150 melhores para se trabalhar no País
Pela segunda vez, a concessionária Águas Guariroba, responsável pelo saneamento básico em Campo Grande, está relacionada entre as 150 melhores  empre...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions