A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Novembro de 2019

22/10/2019 16:39

Cliente será indenizada em R$ 2,8 mil por vestido que nunca foi entregue

Empresas responsáveis terão que pagar R$1,4 mil cada uma por encomenda não entregue em 2015

Aletheya Alves
Ação foi julgada pela 14ª Vara Cível de Campo Grande. (Foto: Divulgação)Ação foi julgada pela 14ª Vara Cível de Campo Grande. (Foto: Divulgação)

Após ter mais gastos e estresse do que imaginado ao ser madrinha de casamento, uma cliente será indenizada em R$2.800,00 por loja de varejo online e empresa responsável pelo pagamento eletrônico. A compra do vestido que nunca chegou foi realizada em outubro de 2015. 

De acordo com a ação, a mulher fez pedido de um vestido dia três de outubro e aguardou 30 dias para chegada. O prazo venceu e, sem o vestido, precisou comprar outro por R$409,00. Em resposta, a administradora de pagamentos, a Pagseguro, ligada ao grupo UOL, afirmou não ser responsável pela situação por não ter vendido o produto e cuidar apenas o mecanismo de pagamento. Também contestou dizendo que após 14 dias da venda, o valor é transferido ao vendedor.

Já a loja responsável pela venda, Teca Store, não apresentou contestação na ação. O juiz José de Andrade Neto, responsável pela sentença, relatou que a responsabilidade é tanto da loja quanto da administradora, pois toda a cadeia de fornecedores responde pela situação.

A mulher havia movido ação contra as empresas por danos materiais e morais, mas apenas o primeiro pedido foi aceito pela 14ª Vara Cível de Campo Grande. Cada uma das empresas deverá pagar R$ 1.400,00 à cliente. 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions