A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 23 de Junho de 2017

10/01/2017 11:27

Codecon parado travou 36 empresas e R$ 227 milhões em investimentos

Renata Volpe Haddad
Secretário da Sedesc, Luiz Fernando Buainain à esquerda, junto com o prefeito Marquinhos Trad e presidente da ACICG, João Carlos Polidoro. (Foto: Fernando Antunes)Secretário da Sedesc, Luiz Fernando Buainain à esquerda, junto com o prefeito Marquinhos Trad e presidente da ACICG, João Carlos Polidoro. (Foto: Fernando Antunes)

Com apenas uma reunião do Codecon (Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico) em 2016, cerca de R$ 227 milhões deixaram de ser investidos Campo Grande, além dos 3.409 empregos que não saíram do papel. O conselho é responsável por analisar, liberar a instalação e conceder incentivos fiscais à iniciativa privada, e está parado desde abril do ano passado.

O novo secretário da Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico), Luiz Fernando Buainain, contou ao Campo Grande News que 36 empresas passaram pelo conselho em 2016, mas os projetos não chegaram na Câmara de Vereadores, onde a instalação seria autorizada.

"Os processos travaram, estavam desorganizados e era só para enviar à Câmara. Agora, estamos colocando ordem para que seja enviado aos vereadores, homologado e ter o termo de compromisso. Como ficou parado um ano, foi muito dinheiro que deixou de entrar para o município, muitos empregos e renda que foram esquecidos", alega.

Além disso, Buainain explica que já estão sendo avaliadas novas carta-consultas, (que são apresentadas pelos empresários à Sedesc que analisa o projeto e avalia os incentivos fiscais), para serem votadas no dia 20 de fevereiro, primeira reunião do Codecon em 2017.

"Temos que agilizar esses processos e já estamos verificando cada titular de cada pasta, são sete do setor privado e sete do público para nos reunirmos. Geralmente, as convocações ocorrem em julho devido ao mandato, mas vamos antecipar e distribuir os processos aos conselheiros para serem votados".

Para 2017, são 16 projetos de empresas que pediram incentivos fiscais da prefeitura. "Esses projetos têm que entrar em pauta e queremos analisá-los no dia 20, para que possamos dar andamento nesses processos e fazer a cidade andar, gerando empregos", alega o secretário.

Finalizando, o secretário diz que o Codecon será presidido empreendedorismo. "Vamos trabalhar com a nossa visão, porque o conselho é empreendedorismo e o prefeito está nos cobrando essa agilidade para que façamos fluir todos os processos da Sedesc", finaliza.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions