ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SEXTA  10    CAMPO GRANDE 17º

Economia

Com pedido de Campo Grande, indústria de MDF já projeta expansão em dois anos

Presidente do grupo controlador da GreenPlac, revelou haver planos de investir outros R$ 10 milhões nos próximos dois anos também em Água Clara

Por Kleber Clajus, de Água Clara | 04/07/2018 16:08
Fábrica de MDF foi inaugurada nesta quarta-feira no interior do Estado (Foto: Saul Schramm)
Fábrica de MDF foi inaugurada nesta quarta-feira no interior do Estado (Foto: Saul Schramm)

A GreenPlac, indústria de madeira de média densidade, iniciou operações nesta quarta-feira (4) em Água Clara, a 198 quilômetros de Campo Grande. Seu primeiro pedido, proveniente da Capital, já possibilita projetar a expansão do empreendimento nos próximos dois anos.

Com investimento próprio de R$ 675 milhões, entre a planta industrial e plantio de eucalipto, executivos da empresa estimam produção inicial de 250 mil metros cúbicos de MDF ao ano, com uso de tecnologia alemã e certificação ambiental ainda em processo de obtenção.

José Roberto Colnaghi, presidente do grupo controlador da GreenPlac, revelou haver planos de investir outros R$ 10 milhões nos próximos dois anos também em Água Clara.

“Queremos trazer uma fábrica de resinas para complementar nossas linhas de produção e aproveitar o potencial da uréia a ser produzida em Três Lagoas ou trazida da Bolívia”, disse José Roberto. “Hoje já temos duas linhas para produção de MDF cru e revestido”.

Financiamento, neste caso, pode seguir o mesmo caminho da planta industrial construída com recurso do saldo positivo em outros segmentos que o grupo Asperbras atua como o agronegócio, tubos de pvc e concessionária de veículos pesados.

Incentivo - O governo estadual dedicou a empresa incentivos fiscais atribuídos a saída do produto da fábrica. Com isso, a competitividade virá do desconto em impostos de 67% nas vendas ao mercado interno e 75% aos outros estados.

Em paralelo, conforme o secretário de Desenvolvimento Econômico Jaime Verruck, também há demanda de empresas de logística para aproveitar o potencial dessa nova indústria, com projeção de ter implantado um pólo moveleiro em Água Clara.