A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

27/08/2018 16:24

Com R$ 289 milhões, MS lidera contratações do FCO empresarial

De acordo com os dados divulgados, mais de 80% dos recursos foram destinados ao segmento rural

Gabriel Neris

Mato Grosso do Sul é o estado que mais contratou recursos do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) empresarial. Entre janeiro e julho deste ano foram R$ 289 milhões destinados ao segmento, conforme o Condel/Sudeco (Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste).

Conforme o levantamento, o Estado aparece na frente de Mato Grosso (R$ 225 milhões), Goiás (R$ 246 milhões) e Distrito Federal (106 milhões), que somados contrataram R$ 867 milhões. O total é de 16% dos recursos disponibilizados para a região. De acordo com os dados divulgados, mais de 80% dos recursos foram destinados ao segmento rural. Mato Grosso do Sul aparece com R$ 1,172 bilhão financiado, perdendo para Mato Grosso (R$ 1,552 bilhão) e Goiás (R$1,665 bilhão).

O relatório mostra que dos 79 municípios, Mato Grosso do Sul aplicou recursos em 78 deles e em sete meses de 2018 foram realizadas 5.109 operações de crédito, que somaram R$ 1,462 bilhão contratados. Em todo o Centro-Oeste foram aplicados R$ 5,422 bilhões entre janeiro e julho de 2018.

As contratações para o segmento estão interrompidas para ajuste do sistema por parte do banco. A Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), que preside o CEIF (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis do FCO), formalizou o pedido de agilidade na reabertura do sistema.

Diante da mudança da taxa de juros e o fator de localização, o banco pediu um prazo para adequar seus sistemas às novas regras. Porém, o período indisponível pode comprometer a aplicação dos R$ 2,4 bilhões disponíveis até o fim do ano.

“A Sudeco nos informou que o prazo do banco do brasil é 30 de setembro para terminar os ajustes e liberar o sistema. Contamos que essa data seja cumprida, já que temos bastante demanda represada para atender”, disse o secretário Jaime Verruck, presidente do Ceif.

Dólar recua pelo segundo dia, fechando a R$ 4,07, menor valor desde 22 de agosto
A cotação da moeda norte-americana recuou hoje (20) para patamares abaixo dos R$ 4,10, registrando queda pelo segundo dia consecutivo. O dólar fechou...
Instituições financeiras zeram tarifas para investimentos
A concorrência com corretoras independentes tem feito grandes bancos zerarem as taxas cobradas dos clientes para investimentos no Tesouro Direto. A ú...
Preço do GLP industrial terá aumento de 5% a partir desta quinta
A Petrobras vai reajustar em 5% o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) industrial e comercial às distribuidoras, a partir de amanhã (20). O Sindicato Nac...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions