A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 15 de Novembro de 2018

08/12/2017 15:18

Combustíveis sobem 12,48% em Campo Grande, a terceira maior alta do País

Inflação, medida pelo IBGE, foi de 0,505 em novembro e de 2,67% em um ano

Osvaldo Júnior
Gasolina e etanol encarecem em Campo Grande acima da média nacional (Foto: Marcos Ermínio)Gasolina e etanol encarecem em Campo Grande acima da média nacional (Foto: Marcos Ermínio)

Em um ano, os preços dos combustíveis subiram 12,48% em Campo Grande, a terceira maior alta entre as capitais do País. O aumento compõe o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação oficial do Brasil. O IPCA foi divulgado nesta quinta-feira (08) pelo IBGE (Instituto Brasileiro e Geografia e Estatística).

Em Campo Grande, o IPCA foi de 0,50%, valor superado apenas pelos de Goiânia (0,96%), São Paulo (0,58%) e Porto Alegre (0,55%). Nos últimos 12 meses, a acumulado é de 2,67%, índice relativamente mais confortável, deixando Campo Grande em sétimo no ranking.

A inflação acumulada em um ano seria ainda menor se não fosse os aumentos de preços de alguns produtos e serviços, entre os quais se destaca os combustíveis. O encarecimento desse item fez com que o transporte (7,52%) apresentasse a maior alta entre os grupos inflacionários.

A variação de 12,48% dos valores dos combustíveis sé é menor que as majorações verificadas em Brasília (16,68%) e em Goiânia (12,71%).

Dos combustíveis, a gasolina teve a maior alta em Campo Grande. O aumento foi de 13,58% nos últimos 12 meses. Esse índice ficou abaixo apenas ao de Brasília (18,59%) e ao de Goiânia (14,61%).

O etanol vendido em Campo Grande registrou a segunda maior alta de preço em um ano, acumulando inflação de 6,13%. Apenas Fortaleza (7,76%) contabilizou aumento maior.

Outros grupos que também tiveram altas consideráveis em um ano foram o da educação (6,48%), habitação (5,82%) e despesas pessoais (5,37%). Em novembro, na comparação com outubro, as variações desses grupos foram, respectivamente, de -0,33%, 1,86%, 0,33%.

O índice – O IPCA é calculado pelo IBGE desde 1980 e refere-se às famílias com rendimento monetário de um a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, abrangendo dez regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, de Campo Grande e de Brasília.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions