A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

06/11/2012 15:12

Comércio abre contratações de temporários para o fim de ano

Luciana Brazil e Mariana Lopes
Comércio já começa a contratar funcionários temporários. (Foto: Minamar Júnior)Comércio já começa a contratar funcionários temporários. (Foto: Minamar Júnior)

Faltando pouco mais de um mês para o Natal, lojistas do centro de Campo Grande já garantiram o reforço de funcionários temporários. A expectativa dos comerciantes é que as vendas deste ano superem as do ano anterior. Para as contrações, a previsão é de que sejam 4 mil temporários, 15% a mais do que no fim de ano passado.

Com quatro funcionários temporários já contratados para este fim de ano, o gerente da loja Planeta Real, Valdenir Montanhani, explica que esses vendedores podem ser efetivados na loja, se houver desempenho.

“Eles acabam entrando para o quadro fixo de funcionários. E se precisar, eu vou contratar ‘free’, mas vai depender do movimento”.

Segundo o gerente da Damyller, Leopoldo Daminelli, os “free” são para os dias de maior movimento, como os finais de semana ou nos dias que antecedem o Natal e o Ano Novo. Os temporários ficam, geralmente, de dois a três meses no comércio.

“Já contratamos dois temporários e três ‘free’. Acredito que este ano será bem melhor que o ano passado”.

Para Daminelli, a inauguração do shopping Norte Sul Plaza em 2011 desestabilizou de certa forma as vendas, mas ele acredita que neste ano será diferente.

“Por ser uma novidade, as pessoas tiveram curiosidade e foram para o shopping, mas acredito que agora os clientes devem retornar”.

 

Leopoldo diz que shopping espantou clientes no ano passado, mas acredita que agora será diferente. Leopoldo diz que shopping espantou clientes no ano passado, mas acredita que agora será diferente.
Clientes já começam a procurar produtos de Natal. Clientes já começam a procurar produtos de Natal.

Além de priorizar o atendimento, com mais vendedores, o gerente Montanhani lembra também que a loja já estabeleceu mais variedade e quantidade de produtos e melhor preço para atrair os clientes.

“Investi em brinquedos mais atrativos, além de mudar a decoração, que em cada ano é diferente”, frisa.

Com funcionários, temporários ou free, e com maior investimento em produtos, os lojistas querem definir neste mês de novembro estratégias para as vendas de fim de ano, como explica a gerente da Maube Jóias Eva Pereira de Souza, 36 anos.

“Esperamos que este ano seja, no mínimo, igual a 2011”, destaca ela. O maior foco da loja são os presentes, sendo as jóias mais vendidas no Natal e as lingeries no ano novo, conforme disse Eva.

Empregada temporariamente desde o dia 16 de outubro, Fabrísia Teixeira Dantas, 24 anos, contou que estava procurando trabalho e aproveitou a oportunidade. "Nunca trabalhei como vendedora, mas espero ficar fixa", torce a jovem.

Segundo ela, o trabalho vai ser no mínimo de 45 dias, terminando em janeiro, caso não seja efetivada.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions