A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Maio de 2018

11/05/2018 10:14

Comércio de MS teve o segundo maior aumento de vendas no País em março

Vendas cresceram 2,8% segundo pesquisa divulgada pelo instituto nesta sexta-feira

Marta Ferreira, com informações da Agência Brasil
Mato Grosso do Sul aparece com destaque no aumento das vendas em março. (Foto: Arquivo)Mato Grosso do Sul aparece com destaque no aumento das vendas em março. (Foto: Arquivo)

Pesquisa do IBGE identifica que Mato Grosso do Sul foi o segundo estado com maior avanço nas vendas do comércio em março. Segundo os dados, na comparação com fevereiro, março teve aumento de vendas em 20 das 27 unidades da Federação, considerando o comércio varejista ampliado. O maior aumento foi do Acre, de 3,9%, seguido do comércio sul-mato-grossense, com  (2,8%).

O Amapá (-5,7%) aparece com queda mais intensa nas vendas. Segundo a pesquisa do IBGE, quanto ao volume de vendas,  houve alta de 0,3% no volume de vendas nacionalmente.  O resultado veio depois da queda de 0,2% de janeiro para fevereiro. O dado, da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), foi divulgado hoje (11), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o estudo, também foram registradas altas nos outros quatro tipos de comparação temporal: média móvel trimestral (0,3%) em relação a março de 2017 (6,5%), acumulado do ano (3,8%) e acumulado de 12 meses (3,7%).

De fevereiro para março, cinco dos oito segmentos do varejo pesquisados pelo IBGE tiveram crescimento no volume de vendas. A maior alta ocorreu no setor de combustíveis e lubrificantes (1,4%).

Outros números da pesquisa
As demais altas foram observadas nos setores de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria (1,1%), outros artigos de uso pessoal e doméstico (0,7%), tecidos, vestuário e calçados (0,7%) e móveis e eletrodomésticos (0,1%)

Tiveram queda os segmentos de supermercados, alimentos e bebidas (-1,1%), livros, jornais e papelaria (-1,2%) e equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (-5%).

O varejo ampliado, que considera também veículos e materiais de construção cresceu 1,1% de fevereiro para março. Os veículos, motos e peças tiveram expansão de 2,9%. Já os materiais de construção mantiveram o volume de vendas de fevereiro.

A receita nominal do comércio varejista teve altas de 0,4% em comparação com fevereiro deste ano, de 0,1% na média móvel trimestral, de 7,1% na comparação com março de 2017, de 4,1% no acumulado do ano e de 3,1% no acumulado de 12 meses.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions