ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 28º

Economia

Congresso aprova Orçamento e salário mínimo será de R$ 724 em 2014

Por Aline dos Santos | 18/12/2013 07:40
Gráfico mostra evolução do salário entre 2008 e 2014.
Gráfico mostra evolução do salário entre 2008 e 2014.

O salário mínimo deve ser de R$ 724 a partir de primeiro de janeiro de 2014. De acordo com a Agência Brasil, o aumento será de 6,6% em relação ao mínimo atual. Durante sessão extraordinária, que avançou pela madrugada desta quarta-feira, o Congresso Nacional aprovou a LOA (Lei Orçamentária Anual). O texto segue para sanção presidencial.

O Orçamento tem valor de R$ 2,48 trilhões. Para a Educação, a previsão de recursos é R$ 82,3 bilhões. O PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) receberá R$ 61,7 bilhões. A Saúde ficou com R$ 100,3 bilhões.

Os parlamentares aprovaram ainda a inclusão de R$ 100 milhões para o Fundo Partidário, aumentando para R$ 364,3 milhões o valor previsto para 2014.

Impacto – Em setembro, a previsão era de que o salário mínimo chegasse a R$ 722,90 para o ano que vem. Neste cenário, o reajuste impactaria na economia de Mato Grosso do Sul em mais de R$ 689 milhões por ano.

De acordo com o IBGE (Instituto Nacional de Geografia e Estatística), em 2010, 1,1 milhão de trabalhadores recebiam o salário mínimo no Estado. Na Capital, 407 mil recebem um salário mínimo por mês.

O aumento será de R$ 46, passando dos atuais R$ 678 para R$ 724. Ampliar o poder de compra e movimentar a economia são pontos positivos do aumento do salário. Já os aspectos negativos ficam restritos aos municípios e à Previdência.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário