A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Outubro de 2018

23/03/2018 08:55

Conselho reajusta pauta fiscal e preço médio da gasolina cai três centavos

Variação é usada no cálculo do imposto e donos de postos decidem se repassam aos clientes

Ricardo Campos Jr.
Na prática, esse reajuste foi de apenas três centavos (de R$ 4,22 para R$ 4,19) e não incide diretamente nas bombas (Foto: Marcos Ermínio/arquivo)Na prática, esse reajuste foi de apenas três centavos (de R$ 4,22 para R$ 4,19) e não incide diretamente nas bombas (Foto: Marcos Ermínio/arquivo)
Fila em posto de gasolina com produto abaixo da pauta fiscal (Foto: Direto das RuasFila em posto de gasolina com produto abaixo da pauta fiscal (Foto: Direto das Ruas

O preço médio ponderado da gasolina, usado para calcular o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), teve queda de 0,74% em Mato Grosso do Sul. A decisão foi tomada pelo Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) e o ato que oficializa a redução está na edição desta sexta-feira (23) no Diário Oficial da União.

Na prática, esse reajuste foi de apenas três centavos (de R$ 4,22 para R$ 4,19) e não incide diretamente nas bombas, mas sim no valor dos impostos pagos pelos empresários do setor, que ficarão levemente menores.

Diante dessa situação, os donos dos postos vão decidir se mantêm os preços atuais para segurar a margem de lucro ou se levam em consideração a concorrência para repassar parte ou todo esse reajuste aos consumidores.

Em alguns lugares a gasolina já está abaixo da pauta fiscal. Os clientes dessas revendedoras formam filas para pagar um pouco menos ao abastecer os veículos.

O Confaz também elevou outros combustíveis. A gasolina premium teve o preço médio ponderado reajustado em - 0,59%, passando de R$ 5,63 para R$ 5,60. Já o valor de referência do diesel comum teve redução de 0,68%, passando de R$ 3,73 para R$ 3,70.

Variação real – A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível) faz uma pesquisa semanal enviando técnicos a vários postos da Capital anotando os preços e calculando as variações.

O estudo divulgado sábado passado aponta que que a gasolina encareceu 2,83%, chegando a R$ 4,277.

Desde a segunda quinzena de fevereiro, a gasolina vinha ficando mais barata em Campo Grande. Na semana de 18 a 24 do mês passado, o valor médio era de R$ 4,114. Nas sondagens seguintes, o preço médio caiu para R$ 4,095 e para R$ 4,076. Na semana passada, no entanto, aumentou para R$ 4,094.

Se considerados os maiores valores verificados pela ANP, a variação em uma semana nos postos da Capital é de 2,83%, de R$ 4,159 para R$ 4,277. O preço se aproxima do teto de quatro semanas atrás, de R$ 4,299.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions