ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 29º

Economia

Conta de energia elétrica de dezembro tem bandeira tarifária amarela

Custo da tarifa neste mês será de R$ 1,343 para cada 100 quilowatts-hora consumidos de energia

Por Rosana Siqueira | 08/12/2019 08:37
Tarifa amarela é mais baixa que vermelha mas requer cuidados com gastos na conta
Tarifa amarela é mais baixa que vermelha mas requer cuidados com gastos na conta

Os consumidores terão bandeira tarifária de energia elétrica amarela, neste mês, com custo de R$ 1,343 para cada 100 quilowatts-hora consumidos. O valor fica menor em relação anovembro, que teve bandeira vermelha no Patamar 1, com custo de R$ 4,169 para cada 100 quilowatts-hora consumidos.

Segundo a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica ), para dezembro, as previsões meteorológicas sinalizam melhora nas condições de chuva sobre as principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN), caracterizando o início do período úmido na região dessas bacias. A previsão hidrológica para o mês é a de que as vazões afluentes aos principais reservatórios se elevem gradativamente, mas ainda atingindo patamares abaixo da média quando comparadas às referências históricas. 

O sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o bom uso da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração.

Com as bandeiras, a conta de luz ficou mais transparente e o consumidor tem a melhor informação, para usar a energia elétrica de forma mais eficiente, sem desperdícios.

Com o anúncio da bandeira amarela é importante reforçar ações relacionadas ao uso consciente e ao combate ao desperdício. 

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário