A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

22/04/2013 16:35

De olho em investimentos, cinco empresas visitam MS até julho

Nícholas Vasconcelos
Tereza Cristina lembra que o mercado brasileiro é saída para empresário europeu. (Foto: João Garrigó)Tereza Cristina lembra que o mercado brasileiro é saída para empresário europeu. (Foto: João Garrigó)

Representantes de cinco empresas europeias e chinesas devem visitar Mato Grosso do Sul para instalação de fábricas. Entre as interessadas estão uma fábrica de tratores, uma especializada em joias, uma de bioenergia, além de uma segunda fábrica de helicópteros em pré-moldados.

De acordo com a secretária Tereza Cristina Corrêa da Costa, da Seprotur (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, Produção, Produção, Indústria, Comércio e Turismo), o primeiro fabricante de helicópteros interessado em se instalar no Estado precisou readequar o modelo da fábrica. Ela não deu detalhes de quais foram as mudanças, mas destacou que o processo é complexo. “Não é um negócio simples, precisa de licenças internacionais”, lembrou.

Já a segunda empresa é italiana e entrou em contato quando o governador André Puccinelli (PMDB), Tereza Cristina e o restante da comitiva estavam na Europa. “Eles ligaram e disseram que viriam aqui na segunda quinzena de maio”, relevou a titular.

A crise financeira europeia é a um grande atrativo para os investidores do velho continente, já que por lá faltam compradores. “A Europa está e em crise e as empresas veem potencial no mercado brasileiro”, lembra.

Tereza Cristina não divulga dados preliminares, já que estas são as primeiras conversas entre o Governo do Estado e os investidores, mas adiantou que são esperados uma geração de empregos e investimentos grandes.

“A empresa de pré-moldados apresenta uma tecnologia nova para Mato Grosso do Sul”, disse.

Os chineses da BBCA Group são os mais adiantados e já no segundo semestre eles devem começar a construir no segundo semestre. Especializada em biotecnologia vai investir R$ 640 milhões em uma fábrica de Maracaju, com geração de 400 empregos diretos.

Segundo Puccinelli, o Estado vai conceder desconto de 90% no ICMS (Imposto sobre Comercialização de Mercadorias e Serviços) durante 15 anos, além da insenção de ISS (Imposto Sobre Serviços) e retirada do IPTU (Imposto Predial e Territoria Urbano), por parte do município de Maracaju. 

Por ano BBCA compra 600 mil toneladas de milho e 300 mil toneladas de eucalipto. O grão é utilizado na produção de amido, glucose, maltose, óleo, proteína, fibra alimentar, gérmen de milho, lisina e ácido crítico.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions