A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Junho de 2018

10/06/2016 23:38

Decreto reduz custos de operação e barateia consignados para servidores

Nyelder Rodrigues

Os custos de operação dos empréstimos consignados para servidores públicos municipais de Campo Grande foram reduzidos, assim também barateando os valores a serem pagos. Antes, eram cobrados custos de operação de 2% sobre o valor de cada parcera. Agora, o valor fixado é de R$ 1.

"As instituições financeiras deverão colocar em prática esta medida que irá reduzir significativamente o valor do empréstimo, uma vez que foi reduzido o custo dessas transações financeiras pela prefeitura", explica o secretário municipal de Administração, Ricardo Ballock.

O decreto que definia a cobrança de 2% é de 2007, e será modificado por novo decreto com previsão de publicação na próxima terça-feira (14) no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande).

Ballock também explica que esta é uma medida determinada pelo prefeito Alcides Bernal como alternativa para desonerar o custo dos consignados, reduzindo os valores das parcelas a qual compromete os salários dos servidores. Com a economia nos empréstimos, os funcionários municipais poderão utilizar a diferença para suprir outras necessidades.

Saques do PIS/Pasep colocarão R$ 34,3 bilhões na economia
A partir de hoje (18), os brasileiros com mais de 57 anos, que são titulares de contas inativas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e...
Brasil deixou de arrecadar R$ 354,7 bi com renúncias fiscais em 2017
Com meta de déficit primário de R$ 159 bilhões neste ano e com um teto de gastos pelas próximas duas décadas, o governo teria melhores condições de s...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions