ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 15º

Economia

Diante do frio e previsão de geada, horticultores da Capital temem prejuízos

Produtores apostam em estratégias para tentar salvar plantações

Por Karine Alencar | 19/05/2022 17:22
Horticultores cuidando das plantações. (Foto: Karine Alencar)
Horticultores cuidando das plantações. (Foto: Karine Alencar)

Diante do frio registrado durante a semana e os alertas de geada emitidos pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), horticultores da Capital temem a colheita de frutos amargos que podem ser contabilizados nos próximos dias.

Apesar dos avisos do instituto não se aplicarem a geada negra, considerada como a mais severa, que pode destruir a plantação e colocar em risco os lucros dos trabalhadores, o cenário é preocupante para quem vive da venda de legumes e hortaliças.

Sérgio Aparecido de Souza de 48 anos, que tem uma horta no Bairro Tiradentes, conta que precisou apostar em algumas estratégias para tentar salvar a semeadura. "Tem gente que faz aceiro com o fogo para aquecer. Para não perder eu tomei a providência de não aguar tanto como antes, normalmente faço isso 4 vezes ao dia e tive que reduzir para uma", revela.

Para Jeferson Barbosa Batista de 36, gerente de uma outra horta no Bairro Vilas Boas, tentar evitar os fenômenos da natureza é inviável, mas a preocupação é diária, principalmente com as quedas na temperatura e mudança de tempo.

"Dificilmente a gente consegue fazer alguma coisa, podemos cobrir com saco de estopa, mas sempre temos receio quando vira o tempo, ficamos cuidando e o que podemos fazer é rezar e torcer para que a gente não tenha prejuízo, porque quando vem a geada a gente perde tudo, ela vem e mata toda a plantação", lamenta.

Segundo o meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), Cléber Souza, mesmo sem geada, há possibilidade de danos, que ocorre pela queda na temperatura, por isso é importante acender o alerta.

"Dependendo da plantação, os produtores podem sofrer alguns danos porque esse tempo já é perigoso para as hortas, mas há alguns cuidados, como colocar aquecedores próximos a horta e a outras plantações, não aguar entre as 5h e 7h da manhã e fazer a cobertura com lonas", enumera Cléber.

Nos siga no Google Notícias