A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019

13/11/2018 16:28

Dona de loja de roupas na Calógeras é condenada por ofender cliente

Confusão ocorreu no início de dezembro de 2014 na região central de Campo Grande

Gabriel Neris
Estabelecimento está localizado na região central da cidade (Foto: Arquivo)Estabelecimento está localizado na região central da cidade (Foto: Arquivo)

A 13ª Vara Cível de Campo Grande condenou Marilene Sghir, proprietária da loja Cooperativa da Moda, localizada na Avenida Calógeras, a pagar R$ 6 mil de indenização por danos morais por ofender uma cliente por ter desistido da compra.

A cliente relata na ação que no dia 1º de dezembro de 2014 entrou no estabelecimento comercial para consultar produtos e preços de conjuntos infantis. Uma das vendedoras informou que os conjuntos custavam R$ 13 cada. Após escolher algumas peças, se dirigiu ao caixa para pagar pelos produtos, quando foi informada pela dona que cada peça custava R$ 13 e não o conjunto.

Diante da informação, a cliente disse que não levaria mais as peças escolhidas. Segundo a ação, a proprietária do local teria a empurrado para fora da loja com palavras ofensivas. Uma terceira pessoa que passava pelo local socorreu a cliente.

A ré informou que explicou de forma educada e serena o custo das peças e disse que as ofensas partiram da cliente, por isso solicitou sua saída da loja. Diz ainda que a cliente registrou boletim de ocorrência e diante de reportagens foi atacada nas redes sociais.

O juiz Alexandre Corrêa Leite informou que a ré não conseguiu comprovar suas alegações e a testemunha ouvida relatou que viu a proprietária empurrando a cliente para fora, decidindo socorrê-la, porém também foi xingada e empurrada para fora. O magistrado observou ainda que há outros processos contra ré por ofensas contra clientes.

Sobre os danos morais, o juiz explicou que “é inquestionável a ofensa aos direitos da personalidade da autora, relativos à sua honra, dignidade e imagem. Não é difícil imaginar a sensação de impotência, revolta, tristeza, raiva e toda sorte de sentimentos negativos pela autora, ao se ver agredida verbal e fisicamente pela ré, na presença de clientes e funcionários, apenas por ter desistido de adquirir os produtos da loja”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions