A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/11/2013 15:25

Em 15 horas de Black Friday, Procon/MS recebeu apenas uma denúncia

Zana Zaidan

Nas primeiras 15 horas de Black Friday, um consumidor de Campo Grande procurou o Procon/MS para denunciar problemas em relação a uma loja virtual que participa do evento. A sexta-feira de superdescontos começou à meia-noite.

No mesmo período, o órgão de defesa do consumidor realizou, ainda, 15 orientações à compradores que apresentaram queixas sobre lojas que aderiram a Black Friday.

O consumidor ligou no 151 (disque-denúncia do Procon) para reclamar que não conseguia concluir o pagamento de uma compra no site da loja. Além do domínio online, a empresa possui, ainda, loja física na Capital.

No entanto, a reclamação não pôde ser formalizada como denúncia no Procon/MS, explica o fiscal do órgão, Rodrigo Bezerra. “É preciso levar documentos que comprovem a alegação do consumidor. Neste caso, basta tirar um print da tela e encaminhar ao Procon”, afirma.

O procedimento pode ser feito pessoalmente ou via internet, na aba “Fale Conosco” do site do Procon/MS.

Propaganda enganosa – Bezerra explica que no caso desta reclamação, a empresa pode ser punida por promover propaganda enganosa, caso seja formalizada.

“Mesmo que a empresa alegue que o problema foi ocasionado pelo aumento de acessos devido ao dia especial de promoções, cabe punições. A loja está atraindo o consumidor com os preços menores, mas não oferece os meios para que ele efetue a compra”, explica

O consumidor que tiver dúvidas sobre o Black Friday pode ligar no telefone 151 ou acessar o site do Procon/MS: www.procon.ms.gov.br. Os fiscais do Procon/MS estarão de plantão para atender aos clientes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions