A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/11/2013 11:24

Lojas da Capital aderem a fenômeno americano e dão desconto de até 70%

Luciana Brazil
As empresas aderiram ao dia do super desconto, que é tradicional e popular nos Estados Unidos. (Fotos: Marcos Ermínio) As empresas aderiram ao dia do super desconto, que é tradicional e popular nos Estados Unidos. (Fotos: Marcos Ermínio)

Por causa do evento Black Friday, que acontece amanhã (29) em várias cidades do país, muitos consumidores em Campo Grande deverão utilizar a primeira parcela do 13° salário para aproveitar aos descontos oferecidos pelas lojas. As empresas aderiram ao dia do super desconto, que é tradicional e popular nos Estados Unidos. O desconto pode chegar a 70%. 

Para o presidente da Associação Comercial de Campo Grande, Omar Aukar, a mudança é positiva já que evita compras feitas à prazo.

“O consumidor vai usar a primeira parcela do 13° para aproveitar as promoções e os descontos. Assim, ele vai comprar melhor, evitando parcelamento. E ainda vai pagar as contas e quitar as dívidas, com a segunda parcela do salário”, explicou.

Comprando à vista, os clientes não comprometerão o rendimento de outros meses , o que deve evitar, de certa forma, a acumulação de dívidas, segundo Omar.

Várias lojas em Campo Grande já se preparam para aderir à grande liquidação.Porém, a maioria delas oferece descontos apenas pela internet. Na própria loja, são poucos os estabelecimentos que vão aderir ao Black Friday. Grandes empresas varejistas nacionais e internacionais aderiram ao evento.

Criado por lojistas norte- americanos, o Black Friday é o dia do ano com maiores descontos e promoções no comércio.

No Brasil, o evento aconteceu pela primeira vez em 2010. Este é a primeira vez em que os estabelecimentos farão as vendas além da internet.

Por se tratar um episódio novo, ainda não existem parâmetros de adesão, segundo Omar. Conforme a Associação Comercial, o evento é uma decisão independe de cada comerciante.

“O que sabemos é que as lojas que não aderirem terão um movimento menor do que as outras e isso pode estimular que no próximo ano novas lojas estarão na lista do Black Friday”, apontou Omar.

Descriçã- O Black Friday, em português a "sexta-feira negra", foi criado, em 2005, como uma tentativa de alavancar as vendas. Nos Estados Unidos, estar com o orçamento no “black” é sinal positivo para a economia, sinônimo de muitos lucros. No Brasil, seria como "estar no azul".

Nos Estados Unidos, a data, a última sexta-feira de novembro, é escolhida por ser o primeiro fim de semana após o feriado de Ação de Graças. No país, as lojas abrem mais cedo e milhares de pessoas fazem fila para poderem aproveitar as ofertas.

Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...


Essa é a famosa BLACK FRAUDE!!! As lojas anunciam um grande desconto num produto que foi super valorizado dias antes, e o povão acredita e compra achando que tá fazendo um bom negócio! Mas acaba pagando o preço que o produto já tinha antes da tal promoção!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
KELLY FANTINATO SAMPAO em 28/11/2013 21:52:54
Concordo, errei no comentário, o correto é TUDO PELA METADE DO DOBRO.
 
Cyro Chan em 28/11/2013 16:51:27
Sai mais barato comprar em Parisguay .
 
Paulo Roberto em 28/11/2013 16:30:51
Olha essa é pra vc Alexandre de Souza, qual garantia esses produtos que compra no Paraguai tem? que seja R$ 100,00 cada notebook, mais se aparecer algum problema, perde os cem reais. Fica a dica.
 
Lucilene Dias em 28/11/2013 16:25:10
eta povo brasileiro, black friday?? ilusão, grandes passos para dividas, lojas falam que poderão ter descontos de ate 70% quando na realidade nao a desconto algum, tantos impostos que pagamos durante o ano inteiro para chegar uma hora dessa e iludiar as pessoas com esses possiveis "descontos", vão la todo mundo so se lembrem que temos no no inicio do ano IPTU, IPVA, ESCOLA "MATRICULA DOS FILHOS", ai o bicho pega....

 
ROGERIO MENEZES em 28/11/2013 15:48:13
Isso é o maior engodo... aumentam em 70% o valor original depois aplicam 70% de desconto...sensacional....!!!!
 
Luciano Bandeira em 28/11/2013 15:31:03
Vai ser tudo pela metade do dobro, como sempre acontece.
 
Sérgio Martins em 28/11/2013 15:24:32
Tudo pela METADE DO PREÇO :)
 
Cyro Escobar em 28/11/2013 15:18:15
Olha a Black FRAUDE aí gente!!!!
 
Priscila Nunes em 28/11/2013 14:33:50
Se o consumidor observar que alguma loja utilizou de manobra para aumentar o valor da mercadoria antes desse dia e dar desconto na black friday, esse procedimento é passível de investigação e punição. Fiquem de olho e denunciem.
 
Adriano Magalhães em 28/11/2013 13:42:59
quais são as lojas?
 
luh paes em 28/11/2013 12:07:38
o extra de campo grande ms vai começar o blacki a que horas e
 
luci neide gonçalves em 28/11/2013 11:52:40
Isso é a maior enganação, 99% dos produtos estão preços de venda iguais e os valores sugeridos bem maiores, fora que tem produtos defasados que são vendidos como atuais. Ex:notebook com processador Celeron e dual core(se estamos core i , passados os duo core, quadcore, core2duo, core2quad) é no mínimo 5 anos de defasagem! com preço de R$800, no PY se compra i3 por R$500 e core2duo por R$400. Digo a todos que forem comprar a vista guarde o dinheiro e compre no Paraguay(tem caravanos que cobram até R$40 por pessoa a viagem ida e volta).
 
Alexandre de Souza em 28/11/2013 11:41:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions