A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

11/07/2014 12:30

Em MS, projeto piloto libera linha de crédito para financiamento na agropecuária

Bruno Chaves

Projeto piloto entre a cooperativa Sicredi e o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) vai liberar uma linha de crédito especial para o financiamento da produção agropecuária em Mato Grosso do Sul, estado escolhido pelas instituições para execução da ideia.

Batizada de Inovagro (Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária), a linha de financiamento vai ganhar seu primeiro contrato na próxima segunda-feira (14), às 9h, com a Associação Sul-Mato-Grossense de Produtores de Novilho Precoce. O evento vai contar com a presença do presidente do Sicredi, Celso Regis, e do presidente da associação, Alexandre Scaff.

A nova modalidade de financiamento vai ampliar o leque de serviços oferecido nas unidades da cooperativa, afirmou o presidente do Sicredi. “É um iniciativa importante. Queremos apoiar investimentos necessários à incorporação de inovação tecnológica nas propriedades rurais, visando ao aumento da produtividade, à adoção de boas práticas agropecuárias e de gestão da propriedade rural”, disse.

Outro objeto do Inovagro, ainda conforme Carlos Regis, é estimular à inserção competitiva dos produtores rurais nos diferentes mercados consumidores.

Com isso, produtores rurais, pessoas físicas ou jurídicas, e cooperativas rurais de produção, associados a uma das unidades de atendimento Sicredi em Mato Grosso do Sul, podem aderir ao Inovagro.

Condições – Conforme a assessoria de imprensa do Sicredi, a taxa de juros da linha de crédito é uma das mais atrativas: 3,5% ao ano, sendo que o limite de financiamento é de até R$ 1 milhão por associado e de até R$ 3 milhões para empreendimento coletivo, desde que respeitado o limite individual por participante.

“O limite para empreendimento individual pode ser elevado em até 100%, desde que os recursos adicionais sejam destinados exclusivamente para cultivos protegidos do segmento da olericultura, fruticultura, floricultura e cafeicultura”, explicou Celso Regis.

A concessão de mais de um financiamento para o mesmo cliente por ano/safra é permitida quando a atividade atendida requerer e o somatório dos valores concedidos não ultrapassar os limites de créditos.

As condições também são vantajosas para o setor pecuário, uma vez que o somatório dos recursos disponibilizados para custeio associado ao projeto de investimento e aquisição de matrizes e reprodutores é de até 30% do valor financiado.

O prazo da linha de crédito é de até 10 anos, com carência de até três anos para início do pagamento. O BNDES pode financiar até 100% do projeto.

Financiamento – Abaixo, estão relacionados os itens que podem ser financiáveis pelo Inovagro:

- aquisição, implantação e recuperação de equipamentos e instalações para proteção de cultivos inerentes ao segmento da olericultura, fruticultura, floricultura e cafeicultura;

- serviços de agricultura de precisão, desde o planejamento inicial da amostragem do solo à geração dos mapas de aplicação de fertilizantes e corretivos; máquinas e equipamentos para automação e adequação de instalações nos segmentos de avicultura, suinocultura e pecuária de leite;

- programas de computadores para gestão, monitoramento ou automação;

- consultorias para a formação e capacitação técnica e gerencial das atividades produtivas implementadas na propriedade rural; aquisição de material genético (sêmen, embriões e oócitos), provenientes de doadores com certificado de registro e avaliação de desempenho ou, alternativamente para pecuária de corte, o certificado especial de identificação de produção-CEIP;

- itens que estejam em conformidade com os Sistemas de Produção Integrada Agropecuária PI-Brasil e Bem-Estar Animal, e aos Programas Alimento Seguro das diversas cadeias produtivas, e Boas Práticas Agropecuárias da Bovinocultura de Corte e Leite;

- itens ou produtos desenvolvidos no âmbito do Programa de Inovação Tecnológica (Inova-Empresa);

- assistência técnica necessária para a elaboração, implantação, acompanhamento e execução do projeto, limitada a 4% do valor total do financiamento;

- custeio associado ao projeto de investimento e aquisição de matrizes e reprodutores, com certificado de registro genealógico, emitido por associações de criadores autorizados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), e avaliação de desempenho.

Saque das cotas do PIS/Pasep começa hoje para quem tem mais de 70 anos
Pessoas a partir de 70 anos que tenham contribuído com o PIS (Programa de Integração Social) ou o Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servid...
Agências do BB abrirão uma hora mais cedo para saques do Pasep
As pessoas com mais de 70 anos beneficiadas com o saque das cotas do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) poderão ir mais c...
Águas Guariroba consta pela 2ª vez entre 150 melhores para se trabalhar no País
Pela segunda vez, a concessionária Águas Guariroba, responsável pelo saneamento básico em Campo Grande, está relacionada entre as 150 melhores  empre...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions