A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

11/06/2012 13:08

Empresários apontam piora na economia, mas otimismo com o futuro, diz pesquisa

Paula Vitorino

O empresário de Campo Grande ficou mais cauteloso, mas ainda assim não reduziu os investimentos. É o que aponta o Índice de Confiança dos Empresários do Comércio, divulgado pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

O índice aponta que a confiança dos empresários praticamente se manteve em comparação com o mês de maio e abril, com queda de apenas 0,3%, puxada principalmente pela avaliação das atuais condições da economia, cujo índice caiu 5,1%.

“As medidas de incentivo ao consumo e redução dos juros por um lado são interessantes, mas o aumento da inadimplência é um ponto de atenção”, observa o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul, Edison Ferreira de Araújo.

Mas 48,7% dos empresários entrevistados na Capital apontaram piora nas condições atuais da economia, índice que cai a 20% quando consideradas as empresas de maior porte, com mais de 50 funcionários.

Já quando a pergunta é direcionada às condições do setor, 54,8% dos empresários acham que melhorou e 45,2% que piorou. Sobre as condições da empresa, 73% apontam melhora.

Apesar da percepção das condições da economia terem piorado, a maioria é otimista: 92,4% melhoraram suas perspectivas em relação ao futuro da economia brasileira.

O índice de investimentos teve ligeiro aumento, de 0,4%, mas o indicador de contratação de funcionários caiu 2,8%. Ainda assim, 77,7% dos empresários entrevistados esperam aumentar o quadro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions