A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

31/01/2011 10:58

Incentivo beneficiará 6,7 mil microempreendedores

Paulo Fernandes

Governo amplia isenção da emissão da Nota Fiscal Eletrônica.

Puccinelli assinou medidas de incentivo à regularização de empresas (foto: João Garrigó/Campo Grande News)Puccinelli assinou medidas de incentivo à regularização de empresas (foto: João Garrigó/Campo Grande News)

O governador André Puccinelli ampliou o número de empresas que não são obrigadas a emitir a Nota Fiscal Eletrônica, beneficiando mais 6,7 mil empresas e microempreendedores individuais, segundo a Associação Comercial. A assinatura aconteceu nesta segunda-feira, na governadoria.

As empresas de pequeno porte com faturamento anual que não ultrapasse R$ 120 mil não são mais obrigadas a emitir a Nota Fiscal Eletrônica. A dispensa era apenas para empresas com receita anual inferior a R$ 60 mil.

A medida é para incentivar a regularização das micro empresas. A medida beneficiará 2.154 micro empresas e 4,6 mil micro empreendedores individuais que não precisarão mais ter o equipamento de emissão da nota fiscal eletrônica, que custa de R$ 8 mil a R$ 10 mil.

“É muito para uma empresa com faturamento de R$ 120 mil/ano. É 10% do faturamento”, afirmou o presidente da ACICG (Associação Comercial e Industrial de Campo Grande), Luiz Fernando Buainain.

Segundo o diretor-superintendente do Sebrae, Claudio George Mendonça, 30% dos empreendedores individuais serão beneficiados. Os outros 70% são do setor de serviços e já estavam dispensados da emissão da nota fiscal.

Mato Grosso do Sul tem mais de 15 mil micro empreendedores individuais registrados. “Temos a meta de ter mais 6 mil neste ano”, disse o diretor.

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


A idéia de ter nota fiscal é ótima...ja estava na hora das notas escritas a mão acabar
 
Vinicius Almeida em 28/03/2011 08:19:17
De nada adianta isso , pois todos os orgãos publicos municiapais , estaduais e federais ,não aceitam outro tipo de nota fiscal sem ser eletronica, fora isso empresas concessionarias , e distribuidoras tambem nao aceitam notas sem serem eletronicas.
Entao de nada serve isso , pois como que micro-empresarios vao conseguir vender ou prestar serviços para esses tipo de orgãos publicos, empresas ou comércio sem ter nota fiscal eletronica?
 
Savio Barbosa em 31/01/2011 12:15:29
Mais uma ação importante para as empresas deste Estado e seus empreendedores. Boa Governador!!Continue com ações que valorizam o MS.Parabéns!!
 
Jorge de Almoas Junior em 31/01/2011 03:46:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions