A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

13/11/2008 17:02

Exportações das indústrias do Estado aumentam 114,9%

Redação

As exportações das indústrias de Mato Grosso no Sul em outubro apresentaram crescimento nominal de 114,9% com relação ao mesmo mês do ano passado.

O levantamento foi feito pelo Radar Industrial, produzido pela Diretoria de Gestão Estratégica da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), com base no MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio).

Na comparação dos dados entre janeiro a outubro deste ano, com igual período de 2007, houve expansão de 37,1%, saindo de US$ 264,5 milhões para US$ 362,6 milhões.

As exportações provenientes da indústria do Estado saíram de US$ 24,1 milhões em outubro de 2007 para US$ 51,7 milhões no mesmo mês de 2008. Este foi o maior resultado alcançado por Mato Grosso do Sul em toda a série histórica.

Numa comparação com setembro, o crescimento das vendas externas em apenas um mês apresentou uma elevação nominal igual a 19%.

Em oito dos dez meses deste ano, o volume das vendas externas das indústrias de Mato Grosso do Sul superou o resultado obtido ao mesmo mês do ano anterior.

Adicionalmente, tal comportamento se repete há cinco meses consecutivos. O forte desempenho apresentado pelas indústrias de Mato Grosso do Sul fez com que o valor alcançado com as vendas externas de janeiro a outubro de 2008 superasse em 21% o volume obtido pelo setor em todo o ano de 2007. Em valores, foram US$ 362,6 milhões contra US$ 300,6 milhões.

Como reflexo desse desempenho, constatou-se que as importações realizadas em 2008 com o objetivo de expansão da capacidade produtiva aumentaram 192,2%, saindo de US$ 26,7 milhões no período de janeiro a outubro de 2007 para US$ 78,0 milhões em igual intervalo de 2008.

Com relação aos Bens Intermediários de Utilização Industrial verifica-se que de Janeiro a Outubro de 2008 a importação de tais produtos aumentou 42,5% em relação ao mesmo período de 2007, saindo de US$ 470,0 milhões para US$ 670,0 milhões.

Exportações - Em outubro, as exportações de Mato Grosso do Sul totalizaram US$ 193,1 milhões, indicando uma variação nominal de 43,8% sobre o mesmo mês do ano anterior.

Em relação a setembro, foi registrada uma queda nominal de 15,6%. Os produtos de maior destaque no mês foram Minérios de Ferro (US$ 43,5 milhões), carnes desossadas de bovino, congeladas (US$ 40,3 milhões) e pedaços e miudezas de galos e galinhas (US$ 17,0 milhões), totalizando US$ 100,7 milhões ou 52,1% de tudo o que foi obtido com as vendas externas.

O preço da unidade física exportada por Mato Grosso do Sul foi igual a US$ 0,26. Quando comparado com o mesmo mês do ano anterior verificou-se uma variação nominal de 8,3%.

Na mesma comparação, o volume físico total exportado apresentou crescimento de 37,7%. No ano, as exportações somam US$ 1,9 bilhões.

Em uma comparação com o mesmo período do ano anterior, verificou-se uma variação nominal de 63,4%. Em 12 meses, o total exportado alcança o volume de US$ 2,02 bilhões com crescimento nominal de 54,4%.

Em outubro, segundo o grau de elaboração dos produtos, foi verificado que as exportações de básicos foram de US$ 141,1 milhões, enquanto os industrializados totalizaram US$ 51,7 milhões.

Em termos de Categoria de Uso, as exportações de janeiro a outubro foram US$ 707 mil de Bens de Capital, US$ 1,276 bilhões de Bens Intermediários, US$ 597 milhões de Bens de Consumo e de US$ 167 mil de Combustíveis e Lubrificantes.

Importações - Ainda segundo o Radar, no mês de outubro, as importações de Mato Grosso do Sul totalizaram US$ 326,9 milhões, indicando uma variação nominal de 48,2% sobre o mesmo mês do ano anterior. Em relação a setembro houve uma redução de 9,15%.

Os produtos de maior destaque no mês foram Gás natural (US$ 238,2 milhões), Catodos de cobre (US$ 15,7 milhões) e Outros Cloretos de Potássio (US$ 9,7 milhões), totalizando US$ 263,7 milhões ou 80,7% de tudo o que foi despendido com as compras externas.

O preço da unidade física importada por Mato Grosso do Sul foi igual a US$ 0,43, quando comparado com o igual mês do ano anterior verificou-se uma variação nominal de 59,3%. Na mesma comparação, o volume físico total importado apresentou redução de 6,5%. No ano, as importações somam US$ 3 bilhões.

Comparado ao mesmo período do ano passado, houve variação nominal de 75%. Em 12 meses, o total importado alcança o volume de US$ 3,5 bilhões com crescimento nominal de 71,3%.

Em outubro, segundo o grau de elaboração dos produtos, constatou-se que as importações de básicos foram de US$ 251,4 milhões enquanto os industrializados totalizaram US$ 75,5 milhões.

Em termos de Categoria de Uso, as importações de janeiro a outubro foram US$ 78,04 milhões de Bens de Capital, US$ 669,8 milhões de Bens Intermediários, US$ 118,2 milhões de Bens de Consumo e de US$ 2,2 bilhão de Combustíveis e Lubrificantes.

Balança Comercial - No ano, o saldo da balança comercial de Mato Grosso do Sul totaliza um déficit de US$ 1,13 bilhão, uma variação nominal de 99,0% sobre o mesmo período de 2007. Em 12 meses o resultado acumula um déficit de US$ 1,45 bilhão.

O exercício de separação do volume gasto com as compras do gás natural da Bolívia aponta de maneira mais realista o desempenho do Estado no comércio exterior, uma vez que a importação do produto é integralmente registrada para o Estado mesmo com a maior parte de seu consumo ser realizando fora de Mato Grosso do Sul.

Por meio desta separação, constatou-se que de janeiro a outubro de 2008 que o saldo da balança comercial do Estado apresentou um superávit de US$ 1,000 bilhão, apontando para uma expansão nominal de 85,1%.

Em 12 meses, no mesmo tipo de avaliação, o resultado acumula um superávit de US$ 1,004 bilhão o que representa uma expansão nominal de 63,9% sobre igual período encerrado em outubro de 2007.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions