A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2018

21/05/2014 12:33

Fábrica de painéis solares irá gerar mais de 1 mil empregos diretos em MS

Bruno Chaves
Assinatura de termo de incentivos fiscais ocorreu nesta quarta-feira na governadoria (Foto: Cleber Gellio)Assinatura de termo de incentivos fiscais ocorreu nesta quarta-feira na governadoria (Foto: Cleber Gellio)

A empresa norte-americana Solar-Par irá gerar cerca de mil empregos diretos em Mato Grosso do Sul com a instalação de uma fábrica de painéis solares no Estado. A fábrica prevê faturamento anual de R$ 450 milhões.

O anúncio foi feito pelo presidente da companhia, Tersandro Milagres, nesta quarta-feira (21), durante a assinatura dos termos de incentivos ficais à indústria feita com o governador André Puccinelli (PMDB). 

Conforme Puccinelli, o incentivo fiscal sobre o ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) será de até 94%, dependendo do município que a empresa escolher para se instalar.

Baseada em estudos de macrozoneamento socioeconômico ecológico ambiental, a indústria terá que escolher entre as cidades de Campo Grande, Terenos e Sidrolândia para realizar a produção.

“Estamos definindo a questão da localização da planta e nossos técnicos vão escolher o melhor local. Em no máximo 30 dias, dependendo do licenciamento ambiental, vamos definir a cidade", afirmou Tersandro.

O presidente ainda emendou dizendo que "a intenção é começar a instalação da fábrica em setembro deste ano”. Durante a reunião, ainda foi lembrando que o investimento da companhia na primeira fábrica desse segmento na América do Sul será de aproximadamente R$ 220 milhões.

Também integrando a sequência de benefícios, a prefeitura escolhida irá ceder área de 100 mil metros quadrados à fábrica, além da isenção do ISSQN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza).

“Mato Grosso do Sul tem ousado em incentivos fiscais e tributários em um percentual maior que outros estados, por isso está ocorrendo uma industrialização em massa aqui. Isso é geração de empregos e distribuição de renda”, revelou o governador.

A consolidação da fábrica ocorrerá em três fases. Na primeira delas, prevista para iniciar em julho de 2015, serão 185 empregos diretos e 230 indiretos. Na segunda fase, em julho de 2016, serão 285 colocações diretas e 680 indiretas. Na última etapa, julho de 2018, serão 315 empregos diretos e 770 indiretos.

“Lembrando que no início da produção serão 1.100 empregos diretos”, disse Tersandro.

Governador assina hoje termo de incentivos fiscais com a Solar-Par
Será assinado pelo governador André Puccinelli nesta quarta-feira (21) às 11 horas na governadoria, o termo de acordo para concessão de incentivos fi...
Brasileiros de todas as classes têm dificuldade para poupar, diz SPC
Poupar dinheiro não é um hábito do consumidor brasileiro, mem mesmo entre aqueles que têm renda maior. É o que diz o Indicador Mensal de Reserva Fina...
Preços de frutas e legumes têm variação de até 760% em Três Lagoas
Para não apertar ainda mais o orçamento com a compra de verduras, frutas e legumes, os consumidores de Três Lagoas precisam pesquisar bastante. Levan...
Índice de investimentos de empresas caiu 0,7% de outubro para novembro, diz Ipea
O indicador de FBCF (Formação Bruta de Capital Fixo), divulgado hoje (19) pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), sofreu uma queda de 0...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions