A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 12 de Novembro de 2018

10/10/2013 21:28

Federação faz proposta e bancários podem acabar greve amanhã

Vinícius Squinelo

Depois de 22 dias de greve, a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos) apresentou uma nova proposta ao Comando Nacional dos Bancários. Sindicatos de Mato Grosso do Sul se reúnem amanhã (11) para analisar se a paralisação deve continuar.

A Febraban ofereceu proposta que prevê 8% de reajuste salarial (1,82% de aumento real). O índice vale para o cálculo de todas as verbas salariais, inclusive o vale-alimentação (R$ 397,36). Os valores são retroativos a 1º de setembro, data-base da categoria, e os pagamentos e ajustes devem ser feitos na folha de novembro.

Com relação ao piso, o reajuste proposto é de 8,5%. Sobre a PLR (Participação nos Lucros e Resultados), a Fenaban mantém o reajuste de 10% no valor fixo e no teto da parcela adicional.

A parte adicional ficaria 2% do lucro líquido distribuídos linearmente. A primeira parcela deve sair em até 10 dias após a assinatura do acordo coletivo e a segunda até 3 de março.

A nova proposta também tem cláusulas sociais, como a prevenção de conflitos de ambiente de trabalho, com a redução do prazo de 60 para 45 dias para a resposta dos bancos às denúncias apresentadas pelos sindicatos, criação de um grupo de trabalho para analisar as causas de afastamentos e a concessão de um dia de ausência remunerada. A alteração na proposta acontece uma semana depois de o Comando Nacional rejeitar a segunda oferta.

Assembleia - Diante do impasse e, sindicatos de Mato Grosso do Sul estão convocando para esta sexta-feira (11), às 18h, assembleia para discutir e deliberar sobre a proposta apresentada pelos banqueiros.

Banco é condenado por descontar parcelas a mais de empréstimo de aposentado
A 2ª Vara Cível de Corumbá, a 419 km de Campo Grande, condenou a BMG Consignado ao pagamento de R$ 10 mil por danos morais por descontar indevidament...
Dólar tem leve alta e fecha segunda-feira cotado a R$ 3,75
O dólar encerrou a segunda-feira (12) em alta de 0,55%, vendido a R$ 3,757. A movimentação no mercado financeiro foi reduzida devido ao feriado de Di...


E O POVO É QUE PAGA POR ESSA PALHAÇADA.
 
Jose Carlos Fereira em 10/10/2013 21:40:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions