A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/03/2010 12:46

Fiems prevê R$ 41 mi em investimentos na Industira Ativa

Redação

A Federação da Indústria lançou na noite de ontem o "Programa Indústria Ativa Regional", que integra as ações do Sesi, Senai e IEL em Campo Grande. O projeto já foi lançado em Três Lagoas e em abril chegará aos municípios de Corumbá e Dourados.

Em evento no auditório do Centro de Convenções e Exposições Albano Franco, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, e o vice-prefeito de Campo Grande, Edl Albuquerque, apresentaram a projeto que prevê R$ 41,4 milhões em investimentos e a realização de 159,2 mil atendimentos, que incluem 3.077 vagas na Educação por meio do Sesi.

Além disso, são 7.958 vagas na Formação Profissional por parte do Senai, 3,5 mil vagas de estágio pelo IEL e o atendimento de 1.171 empresas.

Longen lembrou que será a grande bandeira da produção em todo o Estado. "Desde a posse da nossa diretoria, em maio de 2007, estamos executando as ações de apoio à produção, do Sesi, Senai, IEL e Fiems, ancoradas neste programa. Neste ano, diante das grandes e crescentes demandas dos municípios, decidimos regionalizar o programa nas cidades-pólo", disse.

O Indústria Ativa Regional de Campo Grande inclui a Uniativa (Universidade da Indústria Ativa), que oferecerá às indústrias programas de alta qualidade, proporcionando atualização gerencial e desenvolvendo ações de capacitação para as empresas, tendo como público alvo os empresários, sucessores de empresas, dirigentes, gestores empresariais e técnicos da indústria

Edil Albuquerque agradeceu a parceria porque "proporciona um momento muito importante para o nosso município. Só tenho a agradecer ao presidente Sérgio Longen por essas ações que vão contribuir para a diversificação da nossa matriz econômica".

O programa ainda prevê as cooperações técnicas do Senai com o Sindivest (Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário, Tecelagem e Fiação), Sindigraf (Sindicato das Indústrias Gráficas) e Sindepan (Sindicato das Indústrias de Panificação e Confeitaria) para cursos de aperfeiçoamento profissional de profissionais para as indústrias desses dois segmentos.

O deputado estadual Paulo Corrêa destacou a revolução na capacidade de se vender a produção industrial sul-mato-grossense. "Temos de destacar essa forma diferenciada de levar o nosso produto para outros países. Fico feliz de ser parte dessa revolução da indústria e acredito que temos condições de galgar mais espaços", avaliou. (Informações da Fiems)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions