A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

10/04/2015 08:47

Governador garante apoio para construção da 1ª zona de exportação

Liana Feitosa
Participaram da reunião o governador Azambuja (à esquerda), o prefeito de Bataguassu, Pedro Caravina (esquerda de Azambuja), entre outros representantes, como Eduardo Riedel e Jaime Verruck. (Foto: Chico Ribeiro / Divulgação Estado)Participaram da reunião o governador Azambuja (à esquerda), o prefeito de Bataguassu, Pedro Caravina (esquerda de Azambuja), entre outros representantes, como Eduardo Riedel e Jaime Verruck. (Foto: Chico Ribeiro / Divulgação Estado)

Foi apresentado o projeto da primeira ZPE (Zona de Processamento de Exportação) de Mato Grosso do Sul. A proposta foi mostrada pelo prefeito Pedro Caravina (PSDB), de Bataguassu, cidade a 335 quilômetros de Campo Grande, em encontro com o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB).

O empreendimento contará com espaço de 240 hectares divididos em quatro lotes, dotados de água, esgoto e ruas pavimentadas que vão abrigar a alfândega da Receita Federal e as unidades industriais.

Caravina pediu apoio de Azambuja para divulgar a proposta, atrair empreendedores e, assim, desenvolver a região. “A ZPE pode contar com o apoio do governo, principalmente na área da logística que vamos trabalhar nessa região, já que lá contamos com o porto hidroviário Joaquim Lara, no Rio Pardo, e também com a divulgação para os empresários exportadores”, respondeu o governador ao prefeito.

Características - Pela primeira vez um município do Estado terá parque industrial desse porte, que conta com regime fiscal, cambial e administrativo diferenciado, com isenções de impostos e contribuições federais, como o Imposto de Importação, o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), o IPI (Imposto de Produtos Industrializados) e a Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social). As empresas também não são obrigadas a reverter em reais os lucros obtidos com exportações.

De acordo com o prefeito de Bataguassu, outro fator que atrai investimento para a cidade e ao empreendimento é que a região conta com a hidrovia Tietê-Paraná, caminhos com acesso direto aos portos de Santos, em São Paulo, e Paranaguá, no Paraná, e com ramal ferroviário passando próximo à cidade de Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande.

A reunião também contou com a participação dos secretários de Estado de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, e de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Jaime Verruck, que se comprometeu em cuidar pessoalmente do apoio ao projeto.

Governo suspende benefícios fiscais de quatro empresas em MS
O Governo de Mato Grosso do Sul suspendeu incentivos fiscais de quatro empresas, conforme divulgado no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, d...
Estado concede e prorroga benefícios fiscais a 12 empresas em MS
O Governo de Mato Grosso do Sul relacionou 12 empresas que vão receber e as que terão a continuidade de benefícios fiscais do Estado. A decisão está ...
Ministério da Fazenda autoriza aumento das tarifas de serviços dos Correios
O Ministério da Fazenda autorizou, pela segunda vez este ano, o aumento das tarifas cobradas pelos Correios. Na edição de hoje (18) do Diário Oficial...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions