A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

08/02/2011 09:07

Governo estuda elevar IOF sobre compras no exterior para frear consumo

Marta Ferreira
 Governo estuda elevar IOF sobre compras no exterior para frear consumo

O governo federal estuda elevar o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) das compras no exterior com cartão de crédito de 0,38% para mais de 4%, segund reportagem de hoje do jornal Folha de S.Paulo.

Se a mudança for aprovada, o IOF sobre uma despesa internacional de R$ 2.000 em cartão passará dos atuais R$ 7,60 para R$ 80, por exemplo. A alteração tem impacto direto nas compras feitas com cartão de crédito no Paraguai, na fronteira com Mato Grosso do Sul.

O objetivo do governo com essa possível mudança é frear o consumo no exterior. No ano passado, com o dólar barato e a economia em crescimento, as transações de b rasileiros em outros países cresceram 54%, somando US$ 10 bilhões.

No futuro, a intenção é endividamento excessivo, que pode elevar a inadimplência no futuro. Há também uma preocupação em agradar o empresariado nacional, que reclama da concorrência dos importados com os produtos locais.

CPMI da JBS pede investigação contra Janot e indiciamento dos irmãos Batista
Com os votos contrários dos deputados Delegado Francischini (SD-PR), João Gualberto (PSDB-BA) e Hugo Leal (PSB-RJ), a Comissão Parlamentar Mista de I...
Prazo para renegociar dívidas com o Estado com desconto vence nesta 6ª
Contribuintes em débito com o fisco estadual têm até sexta-feira (15) para aderir ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) de Mato Grosso do Sul.  A...


Porque não baixam o imposto? É o mesmo problema com cd/dvd pirata, porque não baixa o lucro ? Que País nojento esse, meu Deus, já não basta pagar 60% de imposto trazendo algo de outro país...
 
mario sergio em 08/02/2011 12:26:02
Vai prejudicar aqueles que tem menos dinheiro e acaba comprando um pouquinho a mais no cartão de credito, pois os grandes sacoleiros e o mais ricos comprarão e dinheiro como já o fazem.
O negocio realmente é o governo faturar mais e quem paga a conta é a classe media.
 
Macos Orejana em 08/02/2011 11:50:53
Isso não é preocupação com o endividamento do consumidor tampouco tentativa de agradar o empresariado nacional.
É somente mais uma forma de arrecadar.
Porque o governo não diminui a carga tributária? (em alguns casos mais de 70% do preço final). Assim os preços dos nacionais diminuiriam vertiginosamente e ninguém iria comprar importado. Simples assim.
 
Rodney OSilva em 08/02/2011 10:24:11
Já não basta o imposto sobre o produto importado que inviabiliza na maioria das vezes a compra ou até mesmo a "legalização" desses produtos, aumento de imposto sempre é ruim para a população que de alguma forma sempre é a maior prejudicada.
Por que não se pensa nesse pais em fazer uma reforma fiscal interna com o objetivo de diminuir a carga tributária das empresas que produzem e comercializam para os produtos nacionais ficarem mais atrativo, a diminuição dos impostos poderiam ser certamente compensada pela maior venda interna e também com uma administração publica mais eficiente que gasta menos, e que faz mais pelo seus administrados. O que precisamos é de uma reforma tributária e de uma gestão publica mais eficiente em relação aos seus gastos.
 
junior lima em 08/02/2011 10:06:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions